quarta-feira, junho 29, 2011

QUICHE DE MEXILHÃO










Quem me segue, sabe que não sou apreciadora mesmo de marisco. Mas de mexilhão: adoro de todas as maneiras e feitios...:) mas, para pena minha só a filha me acompanha, pois o filho sendo como a mãe (não aprecia marisco) nem mexilhão gosta! Ok, como tinha que fazer jantar para as duas resolvi fazer um jantar de mulheres :) simples! Vamos à receita:

Ingredientes:
-1 embalagem de massa quebrada fresca
-1 embalagem de mexilhão em vácuo
-1 cebola
-2 tomates maduros
-1 dente de alho
-azeite virgem extra
-sal marinho
-50 ml de vinho branco
-1 ovo
-150 ml de natas
Untei duas formas de tarte pequenas/individuais e forrei com a massa quebrada. Reservei. Num tacho piquei a cebola e o dente de alho juntei o azeite e deixei em lume brando até a cebola ficar translúcida. Depois juntei os tomates pelados e sem sementes e deixei sempre cozinhar em lume brando. Quando cozinhado junto o miolo do mexilhão e deixo absorver sabores. Quando começa a ferver juntei o vinho branco e temperei com um pouco de sal, deixei absorver sabores e evaporar liquido. Retirei o tacho do lume e juntei um ovo batido e envolvi bem! Juntei as natas e voltei a envolver, depois deitei nas tarteiras previamente untadas e forradas com a massa quebrada e levei ao forno pré-aquecido a 200ºC, até a massa ficar loura, o que no meu forno levou perto de 25 minutos. Servi com uma salada de tomate temperada com flor de sal oregãos e azeite virgem extra. Ok, desta vez foi as mulheres da casa a dizer: brutalissimo....

P.S.Ontem dia 28 de Junho foi dada a notícia da partida do Angélico Vieira! Eu sei, que diariamente morrem jovens nas estradas e ninguém liga (Comunicação Social) só mesmo os seus familiares, esses sim, se importam! Fiquei bastante triste logo que soube do acidente, pois soube logo pouco depois de ter acontecido, para alguma coisa serve as redes Sociais (Facebook!) Serve para nos informar do bom e menos bom! Como foi o caso. Também fiquei bastante chocada com comentários que li, e ouvi nas Notícias rádio/TV, porque será que as pessoas "adoram" apontar o dedo! Será porque pensam que só acontece aos outros? Quem nunca conduziu sem cinto? Quem nunca andou em excesso de velocidade? ok, ninguém, por isso o Céu está cheio de anjos. Eu por mim falo:sempre tive o "pé pesado" com a idade, e quando o filho começou a tirar a carta, aí pensei: tenho que dar o exemplo, e comecei a conduzir com mais juízo! Detesto, mas detesto mesmo quando oiço o pessoal da minha geração a falar mal da juventude de hoje! Esquecem-se dos erros que cometeram e continuam a cometer... mas infelizmente é com os ditos que aprendemos. Eu sei! Não sou ninguém, nem tenho pretensão de dar lições, mas como eu digo: o blog é meu e muito meu, eu escrevo sempre o que me vai na alma (coração). O Angélico era/é um jovem lindo, não me refiro à parte física pois isso todos sabiam, eu refiro-me ao seu interior. Era/é um jovem que a fama não lhe subiu à cabeça, continuou a ser o mesmo jovem humilde, amigo. Eu como mãe adorava ouvir o Angélico falar da paixão que nutria pela sua mãe, era lindo, havia cumplicidade e muito AMOR.Como deve ser sempre a relação pais/filhos. Não sei como estará os pais, pois é anti-natura os filhos irem primeiro que nós pais. Enfim, não vou dizer aqueles clichés "têm que ser fortes" pois isso é conversa da "treta"... Onde estiveres Angélico só digo: até!!! Escolhi este vídeo porque penso que: passa uma mensagem lindíssima...