segunda-feira, julho 04, 2011

TAGLIATELLE COM O MEU MOLHO E SALSICHAS FRESCAS PICANTES







Como sabem já fiz várias vezes massa fresca! Mas, comprei a "maquininha" e disse: quando a utilizasse viria dar a minha opinião! Como sou uma mulher de palavra aqui estou eu a dar a dita! Comprem pois merece a pena, se quiserem investir numa melhor acho que merece a pena. Eu vou ser sincera, para mim esta "maquininha" serve na perfeição....Quando eu uso o termo "maquininha" é porque o preço como muito bem sabem é bem baixo. Mas agora vou dar a opinião do meu provador oficial (filho) disse: gosto muito mais desta massa com a espessura toda igual! Ok, agora querem saber a minha opinião? Pois, fiquei um pouco triste, pois sendo eu uma mulher que adora meter a mão na massa, preferia ser eu com o rolo esticar e cortar, apesar de ficar mais (rústico),e não ficar tão certinha como esta, enfim...O filho, tirou-me a brincadeira.(Sorrisos), já coloquei as receitas de massa fresca como comprova os links, mas vou colocar de novo como fiz esta,ok? Então vamos lá à receita.
Ingredientes: (3 pessoas)
-400g de farinha tipo "00"
- 1 ovo
-1 copo de água (200 ml)
Limpar a banca muito bem (claro, como convém), colocar a farinha abrir um buraco colocar o ovo e ir deitando água e vai envolvendo sempre com as mãos. Para encontrar a tal textura de (plasticina). Quando pronta deixar repousar durante 1 hora. Depois é esticar a massa com o rolo ou máquina. Neste caso estreei a tal "maquininha" e coloquei a massa cortada num estendal de roupa para secar a massa fresca.Que comprei no IKEA (baratinho, e pequeno como convém)só mesmo para este efeito.Depois fiz o meu molho e juntei 6 salchichas de churrasco frescas picantes cortadas aos bocados, deixei harmonizar sabores.Quando achei que estava, reservei. Coloquei um tacho grande ao lume com água e sal marinho, quando a água começou a ferver juntei a massa, depois de voltar a levantar fervura foi só mesmo 2/3 minutos. Escorri a massa e Juntei o molho com as salsichas.

"Uns sofrem, outros julgam que são felizes."
[Casimiro de Brito]