sexta-feira, agosto 05, 2011

ENTRECOSTO GUISADO COM FEIJÃO DEBULHAR [OU FEIJÃO DE VERÃO]








Parece impossível, mas só agora é que soube pela minha mãe que cá em Lisboa o feijão de debulhar, se chama também "feijão de Verão" pois só nessa altura do ano é que existe, apesar que se congela para o resto do Ano! Ok, já a minha avó dizia: "até morrer esta-se sempre a aprender" eu então já digo:" a vida é uma escola de aprendizagem até morrermos estamos sempre a aprender"...Mas, cheguei a casa da minha mãe, e lá tinha ela um miminho para a filha! 1,5kg de feijão de debulhar, mas já com o trabalho menos agradável feito (descascado). Cheguei a casa resolvi fazer com entrecosto. Primeiro, cozi o feijão! Lavei o dito e levei um tacho ao lume com água e o dito! Levou 15 minutos a cozer. Reservei o feijão. Coloquei uma cebola picada num tacho, um dente de alho picado, metade de um chouriço de carne cortado às rodelas, uma folha de louro e azeite. Deixei cozinhar a cebola até estar translúcida. Juntei uma colher de sobremesa de massa de pimentão e deixei harmonizar, depois foi juntar o entrecosto cortado, e juntei um pouco de água e sal marinho e deixei cozinhar sempre em lume brando. Fui juntando água aos poucos, sempre em conformidade do que o entrecosto precisa, pois eu gosto de ir cozinhando e nunca de deitar a água, e a carne (ficar a nadar no líquido). Quando o entrecosto estava "guisado", juntei o feijão e envolvi muito bem para misturar sabores, retifiquei o sal e temperei com um pouco de piri-piri e coloquei uma farinheira inteira por cima. Fechei o tacho e deixei sempre em lume brando, até a farinheira estar cozinhada e deixar os seus sucos se misturarem!!! Depois foi servir de seguida com a farinheira cortada. Comentário do provador oficial (filho):brutalíssimo....

"Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome."

[Mahatma Gandhi]