sexta-feira, janeiro 13, 2012

SOPA DE BETERRABA



Esta sopa de beterraba é uma sopa que o meu filho diz: comeu muito na Polónia...! Disse-me que a meio da manhã/tarde ou quando apetece, servem a sopa a acompanhar um pastel. Estilo como alguns portugueses fazem a meio da manhã ou tarde bebem um café e um pastel, na Polónia servem muito esta sopa e também acompanhar as refeições, e sempre em caneca. Claro, sendo a mãe (eu) uma curiosa pedi-lhe logo para fazer, ao qual ele acedeu logo ao meu pedido. Como eu tinha um resto de carne de vaca que tinha sobrado do Cozido à Portuguesa que tinha feito na véspera, resolvi fazer uns pasteis de massa tenra para acompanhar. Para mim e filhos serviu como um jantar, simples pois não se comeu só um pastel. Vou passar a receita como o meu filho me passou! Mas vou dizer como ele fez ok?

Ingredientes:
4 beterrabas pequenas, cortar ou ralar  (ralador) com malha grossa. Cozinhe as beterrabas em 1 litro de água (mais ou menos), adicionar folha de louro, 1 cenoura, 1 salsa, 1 cebola, 3 grãos pimenta e cozinhe as beterrabas até ficarem macias. drenar.

argamassa de farinha de trigo 1 colher de (sobremesa)
creme de leite 2 colheres de sopa 
 Amargar com suco de limão ou vinagre, ou borsch do pacote

 :)

Depois de os legumes estarem cozidos e as beterrabas já terem drenado bem os seus sucos, Ecoou o líquido para o tacho de novo. Numa tigela dissolveu a farinha com um pouco do (líquido) e juntou no tacho com o restante dito. Juntou o creme de leite (natas) e envolveu tudo muito bem até ferver, depois foi temperando com um pouco de sal e vinagre, até estar ao gosto! O que colocou 1 colher de sopa e meia de (vinagre). Colocou-se nas canecas e serviu-se de seguida.

Nota:Os legumes servem só mesmo para dar o gosto/cor pois não se come. Agora adorei o termo do meu filho "argamassa" deve pensar que está na construção,(sorrisos) agora quem foi a provadora oficial fui eu, simplesmente brutalíssimo... Agora "borsch de pacote" é um estilo das nossas sopas de pacotes...

"Nossos filhos não são nossos. Eles são filhos da vida ansiando pela vida."


[Friedrich Nietzsche]