quarta-feira, janeiro 11, 2012

TARTE DE MAÇÃ DELICIOSA



A falar com a minha amiga Manuela, ela fala-me que tinha feito esta tarte, e que era uma delícia, eu nem duvidei, pois todas as receitas que a minha amiga me passa são brutalíssimas... Vamos à receita:

Para a massa:
-1 pacote de bolachas (Digestive) moído na 1-2-3 até ficar em pó
-180 g de manteiga derretida
Numa tigela junta os ingredientes até estar bem misturado e fazer uma "farofa". Com as mãos coloca essa (farofa) numa tarteira de fundo falso e vai cobrindo o fundo e laterais, espalhando sempre para ficar com a mesma espessura. Levei ao forno pré-aquecido a 180ºC, durante 15 minutos, depois reservei até arrefecer completamente. Quem não gostar de sujar as mãos faz com uma colher, comigo só funciona de mãos, pois sendo eu uma mulher que gosta de colocar a mão na massa...

Recheio:
-4 maçãs Reinetas
-4 colheres de açúcar amarelo
Descasquei as maçãs e cortei em quartos levei a lume brando com o açúcar até cozer as maçãs o que foi rápido, ou passa com a varinha ou esmaga com um garfo, conforme o gosto de cada (o encontrar bocados ou não de maçã) eu fui de varinha. Fazer um creme Pasteleiro!

Receita de creme pasteleiro:
Ingredientes:
-30 g de farinha
-100 g de açúcar
-1/4 l de leite
-3 gemas de ovo
-1 pitada de essência de baunilha
Com o batedor de varas de arames ou (fovet) como agora tem a mania de chamar. Para mim como sempre chamei vara de arames é assim que vai continuar a ser. Bati as gemas com o açúcar até ficarem esbranquiçadas. Envolvi de seguida a farinha junto com a baunilha e depois o leite quente. Levei ao lume batendo sempre com a vara de arames até levantar fervura e "ops" um creme pasteleiro caseiro e simples de se fazer, ok, pelo menos para mim. E, sem se usar aqueles pozinhos mágicos de perlimpimpim....(sorrisos)

Depois bati as claras que sobrou do creme pasteleiro com 2 colheres de açúcar baunilhado.( Já sabem, do meu caseiro) até fazer um merengue forte. Numa tigela bati 200ml de natas em chantilly, envolvi o chantilly no merengue sem bater, é mesmo só envolver. Reservei.
Montagem da tarte:
Na forma, coberta com a farofa da bolacha cobri o fundo com o doce de maçã. Depois cobri com o creme pasteleiro, alisei com uma colher. De seguida foi só cobrir com o merengue/chantilly e polvilhar com canela, quem não gosta de canela passa essa parte, para mim com o sabor da maçã e merengue faz toda a diferencia, mas cada um faz ao seu gosto! Comentário do meu provador oficial (filho): brutalíssimo... esta receita foi feita em Novembro.

Notas: vou deixar o Poema que o Poeta Mário Domingos leu à sua esposa Lola do seu livro "O Despertar dos verbos" (...!)

          Aniversário XXV

        Acordei um dia dentro dos teus olhos
        de um sono leve e tranquilo, tumultuoso e denso.
        Dizem que devo ter sonhado, mas nem ecos
        de palavras, franjas de luz, neblina,
        vaga escadaria, túnel infinito
        me chegam aos recantos da memória.

        Acordei a amar-te dentro dos teus olhos,
        a hora indefinida,
        em silêncio,
        deslumbrado.

        Só depois veio o sonho

         [Mário Domingos]