sexta-feira, junho 29, 2012

FRANGO NO FORNO COM VAQUEIRO IDEAL PARA AVES#28#



Como já disse aqui: a Vaqueiro desafiou-me. Quem me segue sabe que não sou mulher de fugir a desafios. Aceito desde que me agrade.

Ingredientes:
-1 frango do campo
-Vaqueiro ideal para aves (tomilho, limão e alho)
-sal marinho
-1 queijo Chèvre
-3 colheres de (sopa) de Vinho do Porto
Limpei o frango, que dizem ser do campo, eu finjo que acredito, pago por tal, mas desde que os frangos que eu compro no talho ou supermercado são criados em aviários podem ser diferentes dos  frangos ditos (normais) até pode ser de 7 estrelas, para mim de campo não têm nada. Pois para mim campo é "ar livre" e se as avezinhas estão presas, ora bolas para o campo. Mas continuando, cortei às rodelas o queijo Chèvre, e separei a pele do frango com cuidado sem furar. Enfiei o queijo pelo frango todo, apertei o bichinho (estilo miminho) para o próprio queijo ficar bem agarrado à carne do frango e pele. Depois untei o frango todo com a Vaqueiro ideal para aves. Coloquei num tabuleiro untado com a mesma Vaqueiro, polvilhei com sal marinho e borrifei com o Vinho do Porto. Foi a forno pré-aquecido a 180ºC até o frango estar loirinho e cozinhado. Servi com um risotto de espinafres...

Notas: a Vaqueiro dá um sabor agradavel...

Risotto de espinafres:
Ingredientes:
-meio molho de espinafres
-1,5 l de caldo (usei o de cozer os espinafres)
-1 cebola média
-3 dentes de alho
-300 g de arroz arborio
-200 ml de vinho branco
-sal marinho
-Vaqueiro liquida
-queijo parmesão ralado

Cozi os espinafres com sal marinho. Claro depois de arranjados e muito bem lavados. Quando cozidos ecoei à volta de litro e meio dessa água. Reservei. No liquidificador coloquei os espinafres e fiz uma papa que reservei. Num tacho piquei a cebola e juntei o azeite, levei ao lume até a cebola ficar translúcida. Juntei os alhos picados e deixei só harmonizar sem alourar. Juntei o arroz e deixei fritar, sempre a mexer. Quando começa a ficar translúcido junto de uma só vez o vinho e vou mexendo sempre, junto a papa dos espinafres e vou mexendo. Agora, foi ir juntando aos poucos o caldo quente da cozedura dos espinafres. Nunca juntar caldo antes do anterior estar absorvido. Quando está quase no ponto retifica o sal (não esquecer do sal do caldo). Quando pronto é colocar o parmesão ralado e envolver. Servir de seguida.
 

**Se pensar é o destino do ser humano, continuar sonhando é o seu grande desafio. E isto, é lógico, implica em trajetórias com riscos, em vitórias, com muitas lutas, e não poucos obstáculos pelo caminho. Apesar de tudo, seja ousado. Liberte sua criatividade. E NUNCA DESISTA DOS SEUS SONHOS, pois eles transformarão sua vida em uma grande aventura.**

[Augusto Cury]