quarta-feira, junho 06, 2012

ROLO DE CARNE RECHEADA



Mais uma receita que já não fazia há longos anos, é uma receita do meu caderninho que eu adoro ! Pois, já sabem, eu sou ligada a tudo que me diz (algo) o caso deste meu (caderninho) pois recordo-me tão bem onde o comprei e quando comecei a escrever nele.  Gosto de ver, ler, cheirar, folhear pois em cada receita têm uma memória. E se ficou na memória, é porque foi ou é bom! Pelo menos para mim, pois o que não interessa ou não gosto, tento "apagar" da memória. Os filhos sendo como a mãe disseram logo:- Há tantos anos que não fazias este rolo mãe! Pois, podem crer que já não fazia há pelo menos uns 18 anos. Mas vamos é à receita:

Ingredientes:
-800 g de carne de vitela picada
-3 ovos
-300 g de queijo ralado
-1 cebola picada
-1 carcaça (papo-seco) amolecida em leite
-1 pimentão vermelho picado
-1 molho de salsa
-sal marinho e pimenta preta moída na altura
-3 ovos cozidos
-2 cenouras cozidas
-azeite

Numa tigela misturei a carne os ovos inteiros crus, queijo, pimentão, salsa picada, cebola e a carcaça/papo-seco e misture muito bem todos os ingredientes. Eu misturo com as mãos, mas já sabem, quem não gosta de sujar as "manitas" uteliza uma colher de pau ou o que quiserem,ok? Temperei com sal e pimenta preta ao gosto. Depois de bem misturado na banca da cozinha coloco uma folha de papel vegetal e polvilho com pão ralado. Coloco a carne e espalmo toda ao mesmo nível coloco as cenouras e os ovos. Com a ajuda do papel vegetal faço o rolo e cubro bem os ovos e cenouras. Coloquei o rolo numa telha (não, a Isabel nem estava com a "telha" esta é de barro) e reguei com um fiozinho de azeite (pouco), levei ao forno pré-aquecido a 180ºC, até eu ver que estava cozinhado. O que sei, quando espeto um palito e já não sai liquido rosado,ok? Servi com puré de batata, não deu para tirar a foto empratado, pois o filho estava com pressa, e quase que nem deu para eu tirar as fotos. (Sorrisos) a mãe compreende e seguiu logo para bingo (jantar).

Estou no Facebook aqui!

**O segredo da saúde, mental e corporal, está em não se lamentar pelo passado, não se preocupar com o futuro, nem se adiantar aos problemas,  mas viver sabia e seriamente o presente.**

[Buda]