segunda-feira, junho 09, 2014

TARTE DE CEREJAS




Há muito que não fazia uma tarte. Resolvi o problema: fiz. :) Como estamos na altura das cerejas há que aproveitar tal iguaria que adoro. Vamos ver como fiz.


Ingredientes:
-800 g de cerejas descaroçadas
-150 g de açúcar Moreno
-150 g de açúcar branco
-2 cravos-da-índia
-1 pau de canela
-300 g de farinha
-150 g de manteiga (usei sem sal)
-5 c. de (sopa) de leite
-1 ovo + 1 gema
-1 pitada de sal
-açúcar em pó para polvilhar
-farinha q.b. para estender a massa


Untei uma forma de tarte de fundo falso e reservei. Num tacho coloquei as cerejas, o açúcar amarelo, os cravinhos e canela. Levei ao lume, quando começou a ferver deixei durante 10 minutos. Ao fim desse tempo retirei os cravinhos e o pau de canela. Numa tigela coloquei duas c. de (sopa) de farinha, e juntei 3 c. de (sopa) de leite e mexi muito bem até fazer um polme. Juntei na mistura das cerejas e com a varinha de arames mexi muito bem até ficar tudo muito bem envolvido, não deixar a mistura da farinha cozer e ganhar grumos, por isso mexer muito bem e rápido. Reservar.


Numa tigela coloquei a farinha, açúcar branco, manteiga, leite, o ovo, gema e uma pitada de sal. Misturei tudo muito bem com as mãos, quando bem envolvido deitei a massa na banca da cozinha e fui polvilhado farinha pouco a pouco até a massa não se agarrar às mãos e banca. Estendi a massa e forrei a forma previamente untada e reservada. Deitei a mistura das cerejas. Com a restante massa voltei a esticar e cortei uns corações com o corta bolachas, coloquei por cima das cerejas para dar aquele toque :) e claro, não desperdiçar massa (podia congelar, mas era tão pouca que não dava para forrar uma forma). Foi ao forno pré aquecido a 180ºC o tempo de aloirar (no meu forno levou 40 minutos). Depois de fria polvilhei com açúcar em pó. Simplesmente deliciosa o sabor do cravinho e canela é sublime e a textura da massa (bolacha) é de outra dimensão. :)

"A maturidade me permite olhar com menos ilusões, aceitar com menos sofrimento, entender com mais tranquilidade, querer com mais doçura."

Lya Luft