segunda-feira, outubro 06, 2014

TARTE DE BATATA DOCE-SWEET PATATO PIE


 
 
Batatas doces, adoro. Chegou o tempo das castanhas uma semente que surge no interior de um ouriço (o fruto do castanheiro). Fora as congeladas (que já existe todo o ano) é o único fruto semente ou o que seja que só aparece mesmo no seu próprio tempo (Outono/Inverno). Quando era criança o mesmo acontecia com as batatas doces. Hoje as ditas há todo o ano de várias qualidades e cores. Em criança adorava batatas assadas no forno que a minha mãe fazia quando assava castanhas. Hoje já não sou criança mas continuo a gostar de batatas doces e seja de que maneira for. Já tenho várias receitas no blog. Apesar do tempo/temperatura parece que estamos no Verão :) o calendário marca que chegamos ao Outono, tempo de castanhas e já agora de batatas doce (apesar de haver todo o ano). Esta receita saltou da minha Larousse gastronómico que me acompanha desde o ano de 1990. Vamos ver como fiz.


Ingredientes:
-1 embalagem de massa quebrada fresca
-2 batatas doces grandes cozidas e esmagadas (passei pelo passe-vite) sou do antigamente :)
-150 g de manteiga com sal derretida (fria)
-2 ovos grandes
-200 ml de leite evaporado
-130 g de açúcar branco
-90 g de açúcar mascavado
-1/2 c. de chá de noz-moscada
-1/2 c. de chá de canela
-1 c. de chá de extrato de baunilha
-1 c. de chá de Maple Syrup


Untei uma forma de tarte com manteiga e forrei com a massa quebrada. Piquei o fundo com um garfo e reservei. Numa tigela coloquei a polpa da batata com a manteiga e bati com a batedeira (velocidade média) até ficar uma mistura homogénea e macia. Juntei os açúcares alternadamente sempre a bater com a batedeira. Juntei o leite evaporado e bati até estar bem envolvido. Juntei os ovos um a um e bati entre cada adição. Juntei as especiarias, baunilha e o Maple Syrup e bati com a batedeira na velocidade máxima até ter uma mistura homogénea. Fica uma mistura um pouco liquida mas no forno ganha consistência. Deitei a mistura na forma previamente forrada e levei ao forno a 180ºC. No meu forno levou 50 minutos. Cada um sabe do seu forno. A textura tem que ficar firme e dourada ok? O teste do palito não serve, pois a sua textura fica estilo pudim.

P.S. O Maple Syrup compro aqui. Quem me segue, sabe que é compro as minhas pepitas. Pois para mim são do melhor, fazem a diferencia. Não gosto daquelas que se vendem nos superes de uma marca muito conhecida. Tenho pena mas não gosto. :)

Notas: Aqui está a história da Sweet Patato Pie.

"O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos.
A maneira como você encara a vida é que faz toda diferença."

(Luis Fernando Veríssimo)