quarta-feira, dezembro 03, 2014

BORREGO COM GRÃO


Chegou a casa da Isabel metade dum borrego vindo da zona do Alentejo. Carne que os filhos não gostam não querem e sempre foi assim, desde bebés. Quando era dia de borrego na sopa, era cuspidela na certa. Cresceram, fiz borrego ou cabrito de todas as maneiras e feitios. Não gostam! :) Bem, mas eu gosto. Vamos ver como fiz este grão, que ficou uma delicia.

 
A parte do cachaço ou costelas eu gosto de fazer guisado ou estufado. Desta vez fiz com grão.


Num tacho coloquei uma cebola picada e 2 dentes de alho picados, 1 folha de louro e azeite. Deixei cozinhar a cebola em lume brando até murchar. Nessa altura juntei uma colher de sopa de massa de pimentão caseiro mexi e juntei o borrego cortado. Temperei com sal marinho (pouco) e 1 colher de chá de cominhos em pó. Reguei com um pouco de vinho branco e deixei cozinhar em lume brando. Fui juntando golinhos de água sempre que precisava de líquido até o borrego estar cozinhado. Nessa altura juntei grão de lata escorrido do líquido e envolvi muito bem. Temperei com pimenta-preta moída na hora e deixei harmonizar sabores. Hoje digo eu: brutal!

Quem tem bastante no seu interior, pouco precisa de fora.

(Johann Goethe)