segunda-feira, novembro 23, 2015

PATANISCAS DE CHERNE




As saudades que tenho da minha mãe, as saudades que tenho de comer o que ela tão bem sabia fazer. Eu muito me esforce, nunca consigo chegar aos sabores que tenho na minha memória. Não sou mulher de fritos, nunca gostei de os fazer, mas sempre adorei comer os fritos da minha mãe, que me sabiam pela vida. Sempre que ia a casa dos meus pais, a minha mãe tinha o cuidado de ter sempre uns mimos que sabia que eu gostava. Resolvi fazer pataniscas (receita como via a minha mãe fazer) mas que ficou muito aquém das que a minha mãe fazia. Até o meu  provador oficial (filho) disse:- Mãe, as da avó... eu sei. :( 

Ingredientes:
-2 postas de cherne cozido limpo de espinhas e peles.
-160 ml de água (de cozer o peixe fria.)
-1 cebola pequena picada.
-4 colheres de (sopa) bem cheias de farinha.
-2 ovos grandes.
-1 colher de (sobremesa) de azeite.
-sal e pimenta

Preparação:

Misturei a farinha o sal e a pimenta e juntei a água. Envolvi muito bem com a colher de pau. Juntei a cebola e fui deitando um ovo de cada vez batendo entre cada adição. Quando bem batido esta mistura, juntei o peixe, a salsa, o azeite e fui batendo com a colher até fazer bolinhas está pronto para fritar colheradas em azeite quente. Fui virando e quando estão lourinhas escorri em papel de cozinha. Servi com um arroz de tomate que qualquer um/a sabe fazer, e uma salada verde.

"Ausência física, ausência da voz e do cheiro, das risada e do piscar de olhos, saudade do amor que ficará na lembrança e em algumas fotos."

(Martha Medeiros)