sexta-feira, julho 01, 2016

BOLO SALOIO




Já expliquei aqui, o ter sempre bolos deste estilo (simples) cá em casa: a filha. :) Mais um bolo da minha bíblia Pantagruel, um bolo brutal, e o cheirinho que perfumou a casa (canela) que delicia. Um bolo que fica no patamar de "bolos de 2 ovos", este livro tem mais receitas com esta quantidade, daí eu ter "aberto" uma etiqueta, muito mais simples para quem me segue. É só carregar. :)



Ingredientes:
-240 g de farinha
-230 g de açúcar amarelo (utilizei 180 g)
-30 g de manteiga (utilizei 50 g)
-20 g de banha (não utilizei)
-2 1/2 dl de leite
-2 ovos
-1 c. de chá de canela em pó
-1c. de sopa de fermento em pó
-1 c. de café de sal
-raspa de 1 limão

Amolecem-se a manteiga e a banha (só utilizei manteiga) em banho-maria e batem-se com os ovos, o açúcar, a raspa de limão, a canela e o sal. Juntam-se o leite e a farinha peneirada com o fermento, aos poucos e alternadamente, batendo sempre até fazer bolhas. Coze-se em forma untada com banha (untei com manteiga) em forno moderado. 160ºC (forma com 26 cm de diâmetro e 9 cm de altura). No meu forno levou 50 minutos, cada um sabe do seu forno. O teste do palito é óptimo para este bolo.

"Não se iluda com palavras. Apaixone-se por ATITUDES!" :))))

(Luiza Valeriano)

P.S. Palavras o vento leva (já a minha avó o dizia).

I.M.