sexta-feira, agosto 26, 2016

PUDIM MALUCO [APROVEITAMENTO DE CLARAS]






Um pudim, que fica no patamar de aproveitamento de claras.:) Que na minha casa abundam sempre no congelador, quando sobram de alguma receita, congelo. Quando preciso é só retirar e deixar descongelar, ficam perfeitas. Pavlova só faço com claras que foram previamente congeladas, pode ser sugestão minha, mas o merengue sai sempre perfeito. O pudim Molotof? Para aproveitamentos de claras, não muito obrigada, é um pudim que desde muito jovem (ainda não tinha filhos) ou seja há mais de 40 anos nunca me convenceu, e os filhos igualmente. Daí nunca o verem no Cozinhar com os Anjos, e peço imensas desculpas às pessoas que mandam emails a pedirem a "minha" receita do dito, eu respondo mas nunca dei nenhuma receita, pois não faço, não fiz, não vou copiar dos livros e enviar, para isso vão ao Google, certo? Mais uma vez peço desculpa, mas sou assim. Este pudim saiu da minha Bíblia Pantagruel. Brutal! :)))


Ingredientes:
-400 g de açúcar
-125 g de coco
-125 g de manteiga
-125 g de maisena
-2 gemas de ovos
-12 claras
-2 c. de chá de fermento em pó
-2 gotas de essência de baunilha

Amolece-se a manteiga em banho-maria e bate-se primeiro com 250 g de açúcar, depois com as gemas, a essência, o coco e a maisena peneirada com o fermento. Envolvo-se levemente nas claras em castelo firme, sem bater, e coze-se em forno pré-aquecido a 180ºC, em forma bem untada e polvilhada de pão ralado. Com o restante açúcar e água, faz-se uma calda em ponto fraco. Desenforma-se o pudim para um prato de serviço e rega-se lentamente com a calda a ferver. Serve-se frio.


"O importante não é o que as pessoas acham de mim, e sim o que Deus sabe a meu respeito."


(Padre Fábio de Melo)