terça-feira, setembro 13, 2016

SECAGEM DE FIGOS NA CIDADE :)))) #DICA




A falar (escrever) com a B.S. no facebook, estávamos a falar de figos, onde me manda uma foto dos figos que estavam em processo de secagem. Claro, curiosa como sou (não fosse eu mulher) curiosa, mas não coscuvilheira, isso deixo para quem não tem nada que fazer, o que não é o meu caso. ;) Pedi, se me ensinava como fazer, gostava de fazer a experiência com uns figos. A B. teve logo a gentileza de enviar mensagem pelo privado. Vou passar a mensagem e modo de secagem dos figos. Eu até fiz um saquinho à mão (não me apeteceu ir buscar a máquina de costura à arrecadação) para guardar os figos. Muito obrigada B.S. Adorei a experiência e para o ano que vem a quantidade será maior. Fiz com uns figos pequenos e a quantidade pelas fotos já viram que foi reduzida. :)) Mas para o ano que vem será com mais umas dicas tão importantes que a B. me passou,

Notas: (Re)lembrei estes figos que comi, mas já estavam num cantinho da memória, não tinha sido eu a fazer, estes que fiz agora, têm outro sentido, já tenho a sensação que sei fazer. Ok, não perceberam, também não liguem ao que escrevi.

P.S. Não é por ser mulher da Cidade que não deixo de fazer os figos secos nas minhas varandas. :) Há uma pessoa, que me chama "menina da Cidade". Tenho um enorme orgulho de o ser. Obrigada!





"Se a Isabel quiser secar poderá iniciar-se fazendo a experiência em pequenas quantidades de figos. Selecciona-os, escolhendo os melhores e coloca-os num tabuleiro ao sol (usei caixas de papelão que me deram num supermercado), numa varanda ou num quintal, de modo a apanharem o máximo de sol e ar durante o dia. À noite, recolhe-os e vira os figos para o lado oposto. Repete esta operação durante vários dias até terem um aspecto ressequido. No fim desse tempo leva-os num tabuleiro ao forno, à temperatura de 170 graus e durante cinco minutos (serve para matar algum bicharoco teimoso que teime em aparecer e para acabar de secar algum figo que ainda necessite). Quando frios passa-os por farinha de trigo sem fermento e guarda-os.em sacos de pano. Num armário ou local fresco.


"Não faças da tua vida um rascunho.
Poderás não ter tempo de passá-la a limpo."


(Mário Quintana)