sábado, janeiro 07, 2017

PACIÊNCIA TEM LIMITES, A ESTUPIDEZ AINDA MAIS

                                            (Imagem retirada na net)
Devo ser uma mulher, que mete confusão a muito pessoal, e nem me conhecem, fará se me conhecessem (não, sou convencida e sim uma mulher confiante, para muita pena vossa) se não, ao fim de 9 anos na blogosfera, já tinha fechado o meu blog. Há muito pessoal que não sabe o que fazer à vida, então vão destilar o "veneno" que lhes corre nas veias com a Isabel (eu). Então é assim,  na sexta-feira  ontem, não coloquei receita alusivo ao dia de Reis, adoro bolo Rei, mas nesse dia nunca como, ainda estou cheia de doces e de bolos Reis, Rainhas e afins. Hoje quando abro o Facebook, tinha 1 mensagem na minha página do blog de uma pessoa muito triste/veneno a criticar-me de eu ter um blog e não ligar às datas. Que não sou Católica etc, não vou escrever o que a pessoa escreveu (a ofender-me), mas como "vozes de burro não chegam ao céu" fica entre nós eu e essa pessoa (que nem respondi e foi bloqueada, o perfil era uma rosa). Quem me segue ou conhece, sabe bem a minha ligação com "Ele", não preciso de andar em missas, andar a bater com a mão no peito para "Ele" saber quem eu sou e no que acredito, e pode(m) crer que não é em Padres e sim N`Ele que acredito e confio. Estou me lixando para o que pensem de mim Não vou ser hipócrita e escrever que não merecia resposta, o que me apetecia era responder à letra, mas (não, não sou nenhuma anja, aliás nem sei se há alguma, só sei de anjos). :D  Mas o que os meus saudosos pais me souberam transmitir, foi educação, e humildade. Tudo o que me disse e desejou, eu como pessoa educada, desejo-lhe em dobro (talvez chegue). Tente não visitar o meu blog, ok? Tantos blogs a fazerem os Tpcs como deve ser, e tem que vir entender comigo. O blog é meu e muito meu, aqui só passa o que quero, Por hoje fico por aqui, Fique na Paz dos Anjos, e faça ou tente fazer por ser feliz.


Estou no Instagram e Facebook aqui!

"A estupidez humana é a única coisa que nos dá uma idéia do infinito."

(Ernest Renan)