sexta-feira, janeiro 13, 2017

RABANADAS À POVEIRA








 Como já disse/escrevi, o Natal já lá vai, mas no Cozinhar com os Anjos vai continuar a desfilar as iguarias que estiveram presentes na nossa mesa no Natal e Fim de Ano. Esta iguaria é uma que se pode fazer durante o ano todo, para aproveitar pão, ou nos apeteça a casa com cheiro a Natal, como sempre os meus filhos disseram, quando eu fazia algo com canela. Estava no Facebook e vi o vídeo das rabanadas à poveira do chef Hernâni Ermida. Fiquei super curiosa para fazer, resolvi guardar para o Fim de Ano, no Natal fiz as ⇛rabanadas da minha saudosa mãe. Estas rabanadas, para mim, são muito diferentes das tradicionais e que eu sempre conheci e comi. Gostei muito e a filha também! Vamos à receita!

Ingredientes:
-9 pães secos (de 4 dias)
-7,5 dl de leite
-150 g de açúcar
-1 pau de canela
-5 ovos
-3 gemas
-açúcar e canela para polvilhar
-óleo para fritar


Ovos moles
-6 gemas (fiz só com 3)
-6 c. sopa de açúcar (3 . sopa de açúcar)
-6 c. sopa de água (3 c. de sopa de água)

Comece por preparar os ovos moles. Deite as gemas para um tacho, junte o açúcar e a água, mexa e leve ao lume, mexendo sempre até ferver. Retire do lume e deixe arrefecer. Depois coloque numa taça e guarde no frio.

Leve um tacho com o leite, o açúcar e a canela ao lume e deixe ferver. Depois, desligue e deixe arrefecer. Retire a côdea ao pão, de modo a deixá-lo inteiro, bata os ovos com as gemas e junte depois o leite. Misture e junte o pão, deixe que fique bem embebido na mistura do leite e ovos, depois retire um de cada vez, apertando entre as mão para que fique moldado, tipo uma bola.
Leve ao lume um tacho com óleo abundante, deixe aquecer, junte o pão e deixe fritar até ficarem douradinhas de ambos os lados. Retire, deixe-as escorrer em cima de papel de cozinha depois passe-as por açúcar e e canela e sirva regadas com doce de ovos.

Nota: fiz só metade da receita de doce de ovos, nem todas as rabanadas se comeu com o dito, eu gostei também delas simples. Para mim, só tem um senão, enquanto as rabanadas que faço (receita da minha saudosa mãe) fazem elas próprias a calda, o que ao fim de um dia ou mais come-se uma rabanada coberta com a sua própria calda (rabanada húmida/molhada fofa) como eu muito gosto, estas ao fim de dois dias ficam mais secas, mas gostei e muito. Receita a repetir.

Estou no Instagram e Facebook aqui!