quarta-feira, setembro 13, 2017

ALMÔNDEGAS DE VITELA A ACOMPANHAR TRIGO SARRACENO





Trigo Sarraceno nunca tinha feito, nem comido. Mas o filho come há um tempo e gosta. A falar com uma amiga a F. ela explicou-me que serve para acompanhamento e não só. Resolvi experimentar e gostei muito, a filha então adorou, agora vão dizer: Ai que a Isabel também entrou nas comidas saudáveis, não, como eu sempre e continuo a dizer, não sou mulher de carneiradas. Agora é tudo saudável, é ver blogs que sempre postaram receitas normais (comida tradicional Portuguesa, a nossa cultura mediterrânica), e de há um tempo para cá toca de colocar comidas "ditas saudáveis". Eu sou uma mulher que adoro tudo q.b. há dias a falar com um médico da minha confiança, falávamos dessa mesma alimentação que se diz hoje saudável. Fomos da mesma opinião tudo q.b. até lhe falei que em 1989 mais ou menos veio a noticia que devíamos trocar a gordura que melhor temos "azeite" por óleo e a manteiga por margarina, ele também se lembrou, sendo da minha geração, nunca fui nessa tanga, nunca fui mulher de noticias sensacionalistas, faço sempre o que a minha consciência manda. Sempre disse e digo: "deve ser uma chatice morrer-se saudável", a falar com este médico que referi atrás, falamos sobre o Francisco Varatojo, que tinha morrido há dois dias, onde ele disse: oh Isabel até é verdade, o Varatojo sempre fez uma alimentação macrobiótica, e teve uma morte tão parva. Já a minha avó dizia, para se morrer basta estar vivo. Agora, é provável que comecem a ver aqui a "desfilar" o trigo sarraceno. Vamos ver como fiz as almôndegas e o trigo sarraceno.


Ingredientes:
-1 kg de carne vitela
-2 cebolas
-2 dentes de alho
-1 molho de salsa
-2 ovos
-1 c. de sopa cheia de farinha integral+ para envolver as almôndegas q.b.
-1 lata de tomate pelado grande
-100 ml de vinho branco
-azeite virgem
-sal marinho
-pimenta-preta moída na hora

Coloquei a carne com meia cebola picada, meio molho de salsa picada, sal marinho, pimenta-preta moída na altura, e os ovos, envolvi muito bem a mistura, quando a mistura estava envolvida adicionei a colher de sopa bem cheia de farinha de trigo (foi a quantidade que necessitei para fazer a liga dos ingredientes). Voltei a envolver bem a mistura. Depois fui fazendo umas bolas enrolando com a ajuda das mãos e envolvi as almôndegas na farinha de trigo integral e fui reservando. Num tacho grande coloquei a cebola e meia bem picada, os dentes de alho picados e o azeite, quando a cebola começou a ficar translúcida, juntei as almôndegas sempre em lume baixo, e deixei dar um "entalão" tendo o cuidado de as virar com cuidado. Retirei as almôndegas, em lume forte adicionei o vinho branco à mistura da cebola e deixei evaporar o álcool com a ajuda da colher de pau, mexi bem, nessa altura juntei o resto da salsa picada, e os tomates cortados em cubos e molho da lata, envolvi e baixei o lume. Juntei as almôndegas e sempre em lume baixo deixei cozinhar as mesmas, rectifiquei o sal e a pimenta-preta moída na altura.

Nota: Ao dar o primeiro "entalão" (selar) as almôndegas, elas não se tornam tão secas, não gostamos de almôndegas secas. Ah e cá em casa não entra almôndegas daquelas que os talhos e grandes superfícies vendem. Tenho muita confiança no talho onde me sirvo, mas sem sombra de dúvidas que tenho mais em  mim. 😊Na altura que saíram estas almôndegas mandei picar a carne no talho, agora já não preciso disso. Faço-o na minha casa com o meu novo 👉bebé.

Trigo Sarraceno:
-1 chávena de trigo sarraceno
-2 chávenas de água
-sal marinho q.b.
-1 fio de azeite extra virgem

Coloquei um tacho ao lume com a água e o sal e deixei levantar fervura, nessa altura juntei o trigo sarraceno lavado e coado, e envolvi. Deixei cozinhar, o que ao fim de 10/12 minutos estava cozido. Coei e coloquei de novo no tacho, onde reguei com um fio de azeite extra virgem, e envolvi bem e servi.


Estou no Instagram e Facebook aqui!🙋

"O silêncio é a oração dos sábios."

(Augusto Cury)