segunda-feira, março 22, 2010

O MEU COZIDO À PORTUGUESA "FINGIDO"





Tenho uma fã! Neste caso dois, pois é a Manuela e o seu filho João, que é um jovem de 28 anos. E como a Manuela me disse ele todas as noites vai ao meu cantinho escolher a ementa para a mãe fazer no outro dia. E como um dos pratos favoritos do João é o cozido à Portuguesa, disse para a mãe! -Admira-me a Isabel (eu tirei o D.) nunca fazer cozido! Então é assim João o dito também é um daqueles pratos que o filho adora mesmo, só que ele não gosta da maior parte das carnes que o verdadeiro cozido leva. Então eu digo que é fingido , pois só coloco mesmo o que ele gosta! E eu nunca ter colocado no blog é simplesmente porque como acho que todo o pessoal sabe cozer uns legumezitos, feijãozito,arrozito e carnitas, que nunca me preocupei de tirar fotos e dizer como eu fazia, pois eu acho que fazemos todas (os) iguais, o que varia mesmo é os ingredientes. Ok João, esta foto é para ti:)...E, vou dizer como faço o meu dito fingido...
-carne de porco( lombo)
-carne de vaca (alcatra)
-chouriço de carne
-farinheira
-chouriço de sangue (de pele branca)
-feijão branco
-arroz
-cenouras
-batatas
-couve lombarda
Começo por colocar as carnes e chouriços de carne (sim, uso sempre 2 qualidades do dito, pois eles ao largarem a sua própria gordura vão dar o sabor especial ao cozido). Levo a cozer com um pouco de sal, e conforme vai cozendo as carnes vou retirando, e reservando. Quando cozidas. Retiro um pouco dessa água para fazer o arroz. E retiro também dessa mesma água acrescentando um pouco mais para cozer a couve, cenouras e batatas. Cozo as farinheiras nesse tacho dos legumes, em causa está dar aquele sabor tão especial (fantástico) do cozido seja ele fingido ou não,ok? Os chouriços de sangue esses cozo sempre em separado, pois eu não sei mas é raro eu nunca rebentar algum, e podem crer que ao longo da minha vida já cozi bastantes e com dicas de toda as pessoas que vão dando. É sempre igual, só de vez em quando é que lá passa sem rebentar. O feijão branco eu tenho sempre o dito cozido e congelado. Então retiro a quantidade necessária e com um pouco da água de cozer os legumes e fazinheiras aqueço os ditos para eles ficarem com um sabor de (cozido) que é aquele sabor das carnes e chouriços.. Depois é cortar as carnes, chouriços, farinheiras, e chouriços de sangue e servir, com a couve, cenoura, e batatas. Claro e a ver os filhos a deliciarem-se, eu já não tanto. Pois, sendo um dos meus comeres favoritos quando faço fico cheia só com o cheiro e vapores que inalam a minha casa. Ok, a Isabel encheu. Comer fora é raro, pois eu acho que um bom cozido (fingido) ou não para mim o que vale é a qualidade dos ingredientes sejam com todos ou só alguns. Tenho na minha memória o cozido que a minha mãe fazia quando éramos muitos lá em casa ao fim de semana. Aí sim comia, pois não era eu a fazer...

P.S. Agora quando me perguntam, porquê? Eu coloco o nome de algumas pessoas e de outras só as iniciais...É simples de explicar. Quando eu coloco as iniciais é porque não tive oportunidade de pedir às pessoas se podia colocar o nome, ou então essas pessoas preferiram eu não colocar. Claro, que quando coloco o nome é com a devida autorização,ok? Eu nunca expliquei, pois pensava que tinha dado para perceber...

Estou no Facebook aqui!