sexta-feira, junho 14, 2019

BOLO DE CARAMELO DE ESTREMOZ





Mais uma receita que saltou daqui desta pérola. Um bolo muito simples e delicioso. Fica metade bolo e metade pudim. Façam que não se vão arrepender.


Ingredientes:

-2 ovos
-150 g de açúcar (usei açúcar de coco)
-2 dl de leite

-3 ovos
-150 g de açúcar (usei açúcar de coco)
-90 g de farinha
-1 c. de chá de fermento em pó
-150 g de açúcar para queimar

Coloquei o açúcar para queimar dentro da forma que ia colocar a massa do bolo e levei ao lume até fazer caramelo, forrei o interior da forma com o caramelo e reservei.
1º- Bati numa tigela os 2 ovos com o açúcar de coco e o leite. Deitei o preparado na forma reservada forrada com o caramelo e reservei.
2º- Bati numa tigela as 3 gemas e o açúcar de coco muito bem. Juntei a farinha peneirada com o fermento e envolvi bem. Por fim fui adicionando as claras batidas em castelo delicadamente sem bater. Deitei a mistura por cima do 1º preparado que já tinha deitado na forma e levei a mesma ao forno pré-aquecido a 180º. No meu forno levou 35 minutos, cada um sabe do seu forno.

Nota: Desenformar arrefecido.

Estou no Instagram e Facebook aqui!

"Suba o primeiro degrau com fé. Não é necessário que você veja toda a escada. Apenas dê o primeiro passo."


(Martin Luther King)

terça-feira, junho 11, 2019

BISCOITOS DE CINTRA [SINTRA]



 Como já falei 👉aqui, tenho o dia do mimo! Mais uns biscoitos desta 👉pérola. No titulo  está escrito Cintra mas é Sintra, quem tem este livro, sabe como está escrito, o meu é a 11º edição. A 1º saiu no ano de 1925. O Doces e Cozinhados ou «Isaltina» foi o 1º livro de culinária de muito sucesso, acredito, passado 94 anos, ainda é um livro que me fascina. Tantos livros de culinária que tenho, tantos que já li, mas quando este me veio parar às mãos oferecido pela minha cunhada é que vi e li, no fundo e principio ou o que seja, a base de todos os livros de culinária que escreveram a base é sempre a mesma:« Doces e Cozinhados ou (Isaltina)».
     Só a minha modéstia opinião, não sou critica literária, não percebo nada. Mas por alguma razão eu não compro livros de culinária já há uns anos, é tudo mais do mesmo, não me acrescentam nada, e comprar para passar a mão pelo «ego» do (a) autor (a), agradar a alguém só para ficar bem na foto, não obrigada, não sou nem nunca fui assim. Bajular, só porque sim, só porque fica bem nas redes sociais dizer que é tudo lindo e maravilhoso, para se ganhar mais uns links, ai santa Bárbara, não estou nem nunca estive nesse patamar.


Ingredientes:
-230 g de açúcar (utilizei 180 g de açúcar de coco)
-460 g de farinha
-6 ovos
-1 c. de sobremesa de canela
-60 g de manteiga

Coloquei os ingredientes no meu bebé «Kenwood» e deixei bater até ter os ingredientes bem misturados. Fiz umas bolinhas que coloquei nos tabuleiros forrados com papel-vegetal, levei ao forno pré-aquecido a 180ºC até ficarem lourinhos o que é rápido. Se fizerem com o açúcar de coco, terem em atenção o lourinho.

Estou no Instagram e Facebook aqui!

"A bajulação é a moeda falsa que só circula por causa da vaidade humana."

(François La Rochefoucauld)

sexta-feira, junho 07, 2019

TAMARAS RECHEADAS COM MASSAPÃO [MASSA DE AMÊNDOA] E COBERTO COM CHOCOLATE





Como disse neste 👉dia que fiz o massapão (massa de amêndoa) sobrou, o que resolvi fazer o mesmo processo só que com tâmaras. Vamos ver a delicia e simplicidade...


Ingredientes massapão
-150 g de miolo de amêndoa sem pele
-150 g de açúcar em pó
-1 clara de ovo
-2 gotas de sumo de limão
-2 gotas de essência de flor de laranjeira

Ingredientes:
-12  tâmaras secas sem caroço
-200 g de chocolate preto (usei Valrhona 70% de cacau)

Moí a amêndoa (tem que ficar em pó). Passar no passador ou numa peneira a amêndoa moída e o açúcar em pó. Juntar a clara, o sumo de limão a essência de flor de laranjeira, e amassar bem até ficar homogénea. Embrulhar em película e guardar. Guardei de um dia para o outro no frigorífico.

Abri as tâmaras e coloquei um pouco de massapão, apertei as mesmas e reservei enquanto derreti o chocolate em banho-maria. Chocolate derretido coloquei as tâmaras dentro, depois com cuidado coloquei as mesmas em cima de papel-vegetal até secar o chocolate. Repeti de novo o processo. As tâmaras levaram duas camadas de chocolate.

Estou no Instagram e Facebook aqui.

"Construí amigos, enfrentei derrotas, venci obstáculos, bati na porta da vida e disse-lhe: Não tenho medo de vivê-la."

(Augusto Cury)

segunda-feira, junho 03, 2019

LULAS RECHEADAS





 Uma receita já com bastante tempo em rascunho. Lulas? Eu e os filhos sempre adoramos, como ia estar com ambos resolvi fazer. Vamos à receita simples, mas bem chatinha: o rechear.😂

.
Ingredientes:
-1,5 kg de lulas pequenas
-1/2 chouriço de carne picante
-1 caixa de polpa de tomate grande
-2 cebolas
-4 dentes de alhos
-1 molho de coentros
-2 dl de vinho branco
-3 c. de sopa de arroz Basmatti
-1/2 chávena de água
-sal marinho
-pimenta-preta moída na hora
-azeite virgem

Preparação:
Lavei muito bem as lulas e retirai-lhe os tentáculos e barbatanas ou lá como se chama e reservei.. Num tacho piquei uma cebola 2 dentes de alho, azeite o chouriço picado miúdo e levei a lume baixo, fui mexendo, quando a cebola começou a ficar translúcida adicionei um pouco de polpa de tomate, juntei os tentáculos e barbatanas das lulas e metade do molho de coentros picados, temperei com sal marinho (pouco, ter em atenção o sal do chouriço) e pimenta e deixei cozinhar uns cinco minutos. Adicionei a água e juntei o arroz que deixei cozinhar sempre em lume brando, quando o arroz estava al dente desliguei o lume e tapei o tacho.  Quando o recheio estava completamente frio, recheei as lulas com a ajuda de uma colher de café e fechei as mesmas com um palito. Reservei. Num tacho coloquei a cebola picada e dois dentes de alho picados, reguei com azeite e levei o tacho a lume baixo, fui mexendo até a cebola ficar translúcida, nessa altura juntei o resto da polpa de tomate e envolvi, refresquei com o vinho branco e juntei as lulas recheadas, pimenta preta e o resto dos coentros picados, envolvi e deixei cozinhar sempre em lume brando até  cozinhar as lulas e apurar e engrossar o molho. Rectifiquei o sal no fim. Servi com puré de batata o que os filhos preferem, e como nesse dia os tinha ambos comigo, a vontade era a deles a mais importante para mim.

Notas: o que custa mais nestas lulas é a paciência de as rechear com uma colher de café.🙈

Estou no Instagram e Facebook aqui.

"O amor pode morrer na verdade, a amizade na mentira."

(Abel Bonnard)

sexta-feira, maio 31, 2019

BOLACHAS DE MANTEIGA






Bolachas, biscoitos, já muitas receitas habitam aqui no blog (222 receitas). Esta é repetida, só que fiz com açúcar de coco, aliás como faço todas as receitas agora, excepto doces conventuais, ainda não tive tempo nem vontade para experiências. Estas bolachas foram para o dia do 👉mimo.💓


Ingredientes:
-300 g de manteiga
-200 g de açúcar de coco
-1/2 Kg de farinha
Coloquei os ingredientes dentro da minha 👉bebé e deixei-a a fazer o trabalho: amassar e envolver bem os ingredientes até ligar. Estende-se a massa com o rolo em cima da banca enfarinhada e corta-se bolachas com um corta-bolachas redondo. Depois carimbei.  Levei as bolachas em  tabuleiros forrados com papel-vegetal a forno pré-aquecido a 200ºC o tempo de alourar (12 minutos) deixei arrefecer um pouco nos tabuleiros só depois coloquei nas redes, para arrefecer completamente.

Estou no Instagram e Facebook aqui!

"Não é amigo aquele que alardeia a amizade: é traficante; a amizade sente-se, não se diz..."

(Machado de Assis)

terça-feira, maio 28, 2019

SALADA DE COUSCOUS, FRANGO E ERVILHAS





Uma salada de couscous, deliciosa. Está a chegar o Verão!?!?! Espero que sim, apesar do tempo estar muito instável. Ora está calor, como no momento seguinte está frio, mas acredito que seja desta que venha o calor que adoro. Eu sei, não podemos gostar todos do mesmo, já a minha saudosa mãe detestava o calor, preferia o frio, eu então desde que me conheço como gente sempre disse e digo:Se fosse milionária (que não sou) andaria sempre a viajar atrás do calor.😃 Mas deixando de conversas, vamos ver como fiz esta deliciosa salada para servir fresca, nestes dias.


Ingredientes para o couscous:
-1 chávena de couscous
-água a ferver até cobrir o couscous
-sal marinho q.b.
-pimenta preta moída na hora
-1 c. de sopa de azeite virgem

Coloco o couscous numa tigela, sal, pimenta e o azeite, cubro com a água necessária e envolvo tudo muito rápido. Tapo a tigela com película aderente e deixo reservado até absorver bem o liquido. Depois com um a ajuda de um garfo solto delicadamente o couscous e reservo enquanto faço o acompanhamento para envolver no mesmo.

Ingredientes:
-1 chávena de ervilhas
-1 pimento vermelho
-2 peitos de frango cortados em cubinhos
-sal marinho
-pimenta-preta moída na altura
-2 c. de sopa de azeite extra virgem

Num work coloco o azeite, quando quente junto o frango  e o pimento limpo de sementes e cortado em cubos. Tempero com sal (ter em atenção o sal que temperou o couscous) e pimenta-preta deixo cozinhar de vez em quando abano o work para cozinhar por igual, ao fim de 10 minutos junto as ervilhas que previamente tinha cozido, envolvo bem e deixo acabar de cozinhar e harmonizar sabores.

Na tigela do couscous reservada, deito por cima a mistura anterior envolvo bem, e deixo harmonizar sabores antes de servir.

Estou no Instagram e Facebook aqui.

"Tudo que é falsificado um dia quebra...
Não preciso de falsas amizades...
Prefiro as verdadeiras..."

(David C. Haubert)

segunda-feira, maio 27, 2019

O MEU CORAÇÃO [PARTE 2]



Agradeço muito o carinho que algumas seguidoras tem para comigo. Preocupam-se mesmo sem me conhecer. Tenho recebido alguns e-mails a perguntarem como me encontro depois 👉deste dia. Fico com o coração cheio de ter seguidoras (e 2 seguidores) que se preocuparam em saber como me encontro, se as coisas estão resolvidas, se estou bem. Por esse mesmo motivo venho informar, como tem se desenrolado tudo (mas respondi logo na altura quem veio por e-mail). Fui ao meu médico de família com os exames, ele mandou logo na altura um pedido  de consulta de cardiologia para o Hospital Garcia da Horta. Mas como sei como está a «nossa saúde» em Portugal?!?! Simplesmente não está. Morre-se enquanto se espera uma consulta, um exame, uma cirurgia etc...Mal, de quem não pode ir pelo particular ou tenha conhecimentos.

     Continuando com a consulta, fui passado dois dias ao Hospital Garcia da Horta para saber o tempo de espera, depois de muito bate papo (não me queriam informar) lá convenci a antipática da funcionária que estava por trás do balcão a consultar a minha ficha e dizer o tempo, ok 150 dias no mínimo, o tempo de espera só para a consulta, depois tinha com certeza que esperar outro tanto para fazer o exame. Pronto, já sabia que por ali não me safava, agora era ter recomendações e algum cardiologista bom no particular, o que graças ao meu filho tive logo. Assim marquei logo consulta para o Dr. Diogo Torres na clínica NeuroCor. Quando o Dr. viu os exames, e confirmar que realmente acusava um Aneurisma do Septo Interauricular, depois de falarmos mandou-me fazer um Ecocardiografia transesofágica. Marcou-se o exame e lá fui fazer o exame. Lá fui em jejum, quando cheguei tive logo uma enfermeira a explicar tudo, como era etc... Quando entrei para fazer o exame, a enfermeira pergunta-me o peso eu digo (56 Kg) mas pesou-me na mesma para ver se era correto, e ainda bem, pois estava ligeiramente mais baixo, e como tinha que levar anestesia, há que prevenir.

     Depois  assinei o termo de responsabilidade, e começou o processo mediu a tensão, claro estava baixa como o costume 8-4. Deitei-me na marquesa com a bata, a enfermeira colocou o soro, os 2 médicos vieram falar comigo, a explicar de novo como era todo o procedimento, e assim começou. Quando vi a enfermeira colocar o outro frasco vi logo, que era a anestesia, só senti a enfermeira a colocar-me algo na boca (para manter a mesma aberta) e apertar com uma fita à volta da cabeça, e dizer que tinha que apertar mais pois eu era muito magra, o resto? Ok, não senti mais nada, apaguei logo. Quando acordei só senti o retirarem o tubo da boca (uma sensação de tirarem algo dentro de mim, mas sem dor nenhuma). Levantei-me logo, parecia que tinha uma mola, vesti-me e a enfermeira deitou-me num cadeirão que o inclinou para trás e disse:-Isabel, não se levante nem saia antes de 20 a 30 minutos. Foi só ela virar costas que saltei dali para a rua, sei que não o devia fazer, mas queria-me ver dali para fora.👀

     Marquei a consulta de novo para o Dr. Diogo Torres, quando cheguei ao consultório já ele estava com o meu exame nas mãos, conversamos, e disse:-Isabel, agora não vamos fazer nada, em Setembro quero-a ver outra vez, continue com 1 Concor e com uma Aspirina 100 mg por dia, se sentir algo, liga-me logo, mas por agora, só quero que não se enerve, relaxe, onde eu disse logo:-Coloco tudo no canto, ao qual ele respondeu a rir:-Isso. Era bom Dr. era preciso que eu não tivesse coração, mas também se não o tivesse, não estava aqui.😂😂

     Bem, com isto tudo, agora estou pelo menos mais tranquila, sei o que tenho, e que não é nada de grave, se levar uma vida mais tranquila, e vigiada, se até aqui eu já colocava no canto tudo o que não interessava, daqui para a frente é pontapé logo. Os últimos tempos, foram um pouco ou muito conturbados, com desilusões, mas faz parte da vida. Para sabermos dar o verdadeiro valor ao bom que nos acontece, há que passar pelo menos bom. O menos bom, canto. No meu caso, aplicasse a pessoas também. 60 anos, já não tenho pachorra para dar a outra face, como o fazia aos 20, 30 e ainda aos 40. No patamar da vida que estou, a duvida? deixa logo de existir, quando eu vejo e sinto mentiras. Cada vez há mais falsidade na raça humana. Mas isso é contas de outro rosário, que talvez eu conte a estória (história) por aqui. Muito obrigada por estarem aí desse lado, e pelo carinho ao longo destes anos. Tudo o que precisarem que eu saiba e possa, estou sempre aqui. Bem Haja para todos vós.

Estou no Instagram e Facebook aqui!

"A verdade é que aquele amigo que fala mal de você para mim, pode muito bem falar mal de mim para você, jamais confie em pessoas desse tipo, que te abraça na frente e lhe da facadas por trás."


(Ricardo Guidini)

sexta-feira, maio 24, 2019

BOLINHOS DE NOZ



Mais uns bolinhos, biscoitos o que preferirem, a acrescentar a tantas receitas que existem aqui no blog. Todas as semanas tenho o dia do mimo como já escrevi por aqui, depois também gosto que a lata das bolachas do filho em sua casa esteja composta.


Ingredientes:
-225 g de manteiga à temperatura ambiente
-200g de açúcar (usei 150 g de açúcar de coco)
-2 ovos grandes ligeiramente batidos
-400 g de farinha
-1 c. de chá de bicarbonato de sódio
-1 pitada de sal
-100 g de miolo de noz picada finamente com faca

Bati a manteiga e o açúcar até ficar uma mistura leve e fofa, adicionei os ovos sem deixar de bater. Peneirei a farinha o bicarbonato de sódio, e o sal e mexi até obter uma massa. Juntei as nozes e misturei bem. Moldei uma bola e embrulhei em película aderente, e levei ao frigorífico por 40 minutos. Forrei dois tabuleiros com papel-vegetal.
Para a cobertura, coloquei 1 c. de sopa de açúcar de coco num prato raso. Fui retirando colheres de sobremesa de massa e moldei bolinhas. Passei-as pelo açúcar de coco para revestir, e coloquei as bolinhas nos tabuleiros espaçadas entre si. Levei os tabuleiro a forno pré-aquecido a 190ºC, até ficarem lourinhas (no meu forno 12 minutos), depois transferi os bolinhos para redes metálicas até arrefecerem completamente.

Estou no Instagram e Facebook aqui.

"Caiu? Levante-se. E não derrube quem te derrubou, ele vai cair sozinho."

(thais)

segunda-feira, maio 20, 2019

BOLO DE NUTELLA


Estava no Facebook, quando vi esta noticia. Precisava de fazer uma sobremesa achei a ideal para o curto espaço de tempo que me sobrava, fui para o meu laboratório (cozinha) tratar do assunto. O crítico gastronómico Matt Preston escreveu que não era a sua sobremesa mais bonita, mas que o sabor era "very yummy" (muito gostoso). Ok, de bonita não tem nada, mas quando o sabor faz esquecer esse pormenor, não há problema, mas não foi o caso...

Ingredientes:
- 4 ovos
-240 g de Nutella

Comece por pré-aquecer o forno a 175ºC. Forre uma forma rectangular com cerca de 17 centímetros com papel vegetal (a minha foi redonda). Bata os ovos inteiros com a ajuda de uma batedeira durante seis minutos até triplicarem o volume. Leve a Nutella ao microondas durante 20 segundos para amolecer. Numa taça junte o creme de chocolate com um terço do preparado dos ovos.

Misture bem com uma colher. Repita o processo com mais um terço dos ovos e por fim com o que resta até ficar homogéneo. Leve ao forno durante 20 a 25 minutos. Retire do forno e deixe arrefecer antes de desenformar.

Nota: quando li no Facebook o pessoal a elogiar e dizer que era uma delicia que tinham feito, etc, etc... bem, o meu provador oficial (filho) não gostou, e claro disse logo, ai mãezinha este "bolo" se não fosse o sabor da Nutella (que se come por si sozinho às colheradas) nem se comia. Eu disse, mas filho, todo o pessoal dizia bem que a mãe fez. Mãezinha, isso é pessoal que nem sabe o que é bom, e como é uma receita de uma pessoa conhecida há que passar a mão pelo «pelo» (dar graxa). Já sabem cá por casa não foi aprovado.

P.S. Sei que a Nutella faz mal, já a minha saudosa Mãe o dizia:- Perdoa-se o mal que faz pelo bem que sabe...Mas hoje tudo faz mal. Até há pessoas más a fazer mal, e cada vez há mais pessoas dessas. Mas como acredito no Karma, como a minha avó dizia:- Cá se faz cá que se paga. Se não for nesta será noutra encarnação, mas ficar a dever podem crer que nunca se fica. Há muito pessoal a dizer, não tenho sorte nenhuma, não nasci com sorte. A sorte? Trabalha-se para ela. Há é pessoal que pensa que a dita cai do céu. Mas deixando de conversas, o bolo cá por casa (ou casa do filho) a classificação: grande treta.

Estou no Instagram e Facebook aqui.

"A bajulação é a moeda falsa que só circula por causa da vaidade humana."

(François La Rochefoucauld)

sexta-feira, maio 17, 2019

BOMBONS DE LEITE CONDENSADO E BATATA DOCE






Uma receita em lista de espera há anos.😇 Chegou a altura de fazer. O meu provador oficial (filho) aprovou. Vamos à deliciosa e simples receita.


Ingredientes:
-1 lata de leite condensado
-2 chávenas de batata-doce cozida e passada em puré
-2 gemas de ovos
-1 c. de sopa de manteiga
-1/2 chávena de ameixa preta picada miúdinho
-400 g de chocolate preto (usei Valrhona)

 Num tacho, misturei o leite condensado, batata-doce, gemas, manteiga e as ameixas pretas. Levei a lume brando sempre a mexer até se despegar do fundo do tacho. Retirei do lume e despejei a mistura num prato untado. Levei ao frigorífico tapado com película aderente de um dia para o outro. Derreti o chocolate em banho-maria mexendo sempre até derreter. Fiz bolinhas com a mistura e passei pelo chocolate derretido em banho-maria e coloquei em cima de papel vegetal até arrefecer. Fiz o mesmo processo segunda vez. Chocolate? É tudo de bom e nunca é demais.

Estou no Instagram e Facebook aqui.

"Não gastes mensagens
com quem não responde.
Não gastes palavras com quem não as escuta.
Não gastes a tua vida com quem não merece!"

(MGT)

segunda-feira, maio 13, 2019

ARROZ DE TAMBORIL NO FORNO


Tinha comprado tamboril para fazer uma caldeirada, mas como muitas vezes me acontece, até chegar a casa, a receita que tinha pensado fazer dá uma volta, o caso desta. Resolvi fazer um arroz de tamboril no forno e que não me arrependi. As quantidades cada um sabe o que necessita na sua casa, por isso não coloco, ok? Mas se precisarem de alguma ajuda seja com o que for, não se acanhem, venham por email, facebook ou instagram que eu respondo. Vamos à receita.


Ingredientes:
-tamboril arranjado e limpo
-1 chávena de arroz Basmatti
-2  chávenas de água de cozer o tamboril
-1 folha de louro
-1 cebola picada
-2 dentes de alho picados
-1 pacote dos pequenos de polpa de tomate
-sal marinho q.b.
-azeite virgem
-pimenta preta moída na hora
-1 molho de coentros picados com talos

Primeiro de tudo cozo o tamboril com água, sal marinho e a folha de louro. Depois do tamboril cozido reservo as 2 chávenas de água, e retiro todas as espinhas e cartilagens e reservo o peixe. Numa tigela de barro (de fazer o arroz no forno) coloco a cebola, alhos, polpa de tomate, azeite, pimenta preta, e envolvo bem. Adiciono a água, e mexo, depois adiciono o arroz, tamboril e os coentros, envolvo bem os ingredientes e levo o recipiente de barro ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 20 minutos no meu forno foi o tempo de cozer o arroz, mas já sabem cada um sabe do seu forno. Se não tiverem um recipiente de cozer o arroz no forno, não se atrapalhem, usem um tacho ou tabuleiro de barro vai tudo parar ao mesmo.

Estou no Instagram e Facebook aqui.

"O silêncio de Deus é a maior prova de que quando
você ora, Ele se cala para ouvir a sua voz."

(Fátima Giffoni)

sexta-feira, maio 10, 2019

GELADO DE MARACUJÁ




Gelados, já habitam aqui (165 receitas) cá em casa não há época de gelados, como a maioria do pessoal está habituado. Os 365 dias do ano comum, são dias para saborear um gelado, assim fui habituada desde que me conheço por gente. Quando eu era criança, gelados só mesmo na altura do Verão, mas como o meu saudoso pai era outro apaixonado por esta iguaria, sabia bem onde existia os excelentes gelados em Lisboa, então íamos muito  ao Galeto na altura o must de Lisboa, hoje já deixa a desejar, mas na altura, não havia semana que não fosse lá comer um gelado (uma travessa de gelado, o que por vezes até comia duas). Deixando de conversas, vamos ver como fiz.



Ingredientes:
-1 lata de polpa de maracujá de 565 g
-80 g de açúcar branco fino
-3 gemas de ovo
-400 ml de natas  batidas «quase» em chantilly

Bati as gemas com o açúcar até estar uma mistura esbranquiçada. Juntei a polpa da fruta e envolvi muito bem, depois foi só juntar as natas e voltar a envolver os ingredientes. Quando bem envolvidos deitei na sorveteira a trabalhar durante 30 minutos. Depois? Foi deliciarmos-nos.

Estou no Instagram e Facebook aqui!

"Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade."


(Confúcio)

segunda-feira, maio 06, 2019

AMEIXAS PRETAS RECHEADAS COM MASSAPÃO E COBERTAS COM CHOCOLATE




Na Páscoa resolvi fazer massa de amêndoa (massapão) para rechear umas ameixas pretas sem caroço. A primeira vez que fiz a massa de massapão foi para cobrir este 👉bolo no aniversário da filha. Para rechear a fruta não utilizei corante, ficou simples. Vamos ver como fiz.

Ingredientes massapão
-150 g de miolo de amêndoa sem pele
-150 g de açúcar em pó
-1 clara de ovo
-2 gotas de sumo de limão
-2 gotas de essência de flor de laranjeira

Ingredientes:
-12 ameixas pretas secas sem caroço
-200 g de chocolate preto (usei Valrhona 70% de cacau)

Moí a amêndoa  (tem que ficar em pó). Passar no passador ou numa peneira a amêndoa moída e o açúcar em pó. Juntar a clara, o sumo de limão a essência de flor de laranjeira, e amassar bem até ficar homogénea. Embrulhar em película e guardar. Guardei de um dia para o outro no frigorífico.

Abri as ameixas e coloquei um  pouco de massapão, apertei as mesmas e reservei enquanto derreti o chocolate em banho-maria. Chocolate derretido coloquei as ameixas dentro, depois com cuidado coloquei as mesmas em cima de papel-vegetal até secar o chocolate. Repeti de novo o processo. As ameixas levaram duas camadas de chocolate.

Nota: Esta quantidade de massapão deu para estas ameixas e sobrou.

Estou no Instagram e Facebook aqui.

"Não exijas dos outros qualidades que ainda não possuem."

(Chico Xavier)


[Subscrevo... I.M.]

sexta-feira, maio 03, 2019

BOLO NEGRO MÁGICO? COM COBERTURA DE BRIGADEIRO [ANIVERSÁRIO DA FILHA]




O aniversário da filha foi dia 28 de Abril. O bolo este ano não tive tempo de grandes pesquisas como gosto sempre de o fazer. O do aniversário do filho foi igual, sem tempo, mas não foi por esse motivo que não coloquei o maior ingrediente que tenho na minha essência, o meu AMOR pelos meus filhos. Fiz um bolo simples bem chocolatudo como a filha gosta e foi aprovado. Um bolo que já está no blog aqui, só alterei a cobertura que fiz de brigadeiro que a filha adora. Foto do interior do bolo não há, esqueci, ou antes para ser sincera, ando sem apetites de grandes produções, peço desculpas. Só posso dizer que foi aprovado pelas pessoas mais importantes da minha vida: Filhos.



Ingredientes:
-2 chávenas de açúcar (usei amarelo)
-1 3/4 chávena de farinha
-3/4 chávena de cacau
-2 colheres de (chá) de bicarbonato
-1 colher de (chá) de fermento em pó
-1 colher de (café) de sal
-2 ovos
-1 chávena de leite azedo (misturar 1 c. de sopa de vinagre no leite e deixar repousar 10 minutos, a textura do leite fica coalhado)
-1 chávena de café forte
-1/2 chávena de óleo

Coloca-se tudo dentro duma tigela e bate-se até a mistura estar homogénea. Deita-se o preparo dentro duma forma untada e polvilhada com farinha. Vai a cozer a forno pré-aquecido a 180ºC, durante 50 minutos (teste do palito). Mágico?

Cobertura de brigadeiro:
-1/2 chávena de (chá) de chocolate em pó
-2 colheres de (sopa) manteiga
-1 lata de leite condensado das grandes do LIDL


Levei o leite condensado, a manteiga e o chocolate em pó ao lume mexendo sempre. Quando começou a ferver, baixei o lume e deixe cozinhar, sem parar de mexer, por cerca de 5 minutos ou até ferver e ficar um creme consistente. Deitei por cima do bolo.

Estou no Instagram e Facebook aqui.

"Amor de mãe vence preconceitos, supera os limites, enfrenta todos os desafios e te ajuda a vencer. Amor de mãe, só Deus para entender. Simplesmente amor!"

(Bárbara Adriélle)

segunda-feira, abril 29, 2019

BOLO DE CENOURA AMERICANO [ANIVERSÁRIO DO FILHO]





 Este ano o aniversário do meu filho (22 de Abril) calhou no dia a seguir ao Domingo de Páscoa. Gosto sempre de surpreender com o bolo, mas este ano o tempo tem sido escasso. Já tinha feito este bolo 👉aqui.estava na altura de escolher o seu bolo de aniversário, como escrevi atrás, este ano não tive tempo para grandes pesquisas nos meus livros de culinária, então escolhi este bolo delicioso, um bolo húmido como o filho gosta, ao qual ouvi o comentário: brutal.❤❤ Vamos à receita. 


Ingredientes:
-3 ovos
-3/4 de leite azedo (1 colher de sopa de vinagre no leite, repousar 5 minutos)
-3/4 chávenas de óleo
-1 1/2 chávenas de açúcar
-2 colheres de chá de baunilha
-2 colheres de chá de canela
-1/4 colheres de chá de sal
-2 chávenas de farinha
-2 colheres de chá de bicarbonato
-2 chávenas de cenoura ralada
-1 chávena de coco
-1 chávena de polpa de ananás
1 chávena de corintos (não usei, o filho não é apreciador)

Aquecer o forno a 175ºC. Preparar a forma: untar e polvilhar com farinha.
Numa taça misturar a farinha, bicarbonato, sal e canela.
Noutra taça misturar os ovos, leite azedo, óleo, açúcar e baunilha.
Misturar bem. Adicionar a mistura da farinha. Misturar bem.
Noutra taça, misturar a cenoura ralada, coco, ananás e os corintos (não usei).
Juntar ao preparado anterior.
Colocar na forma previamente preparada (untada e polvilhada utilizei pão ralado) e vai ao forno pré-aquecido a 180ºC, durante 1 hora.

Nota: Recebi várias mensagens a perguntar se o ananás é desfeito, sim, quando escrevi polpa é mesmo desfazer o ananás com a varinha mágica ou comprar as latas já com o ananás em polpa, eu encontro no Jumbo.

Cobertura de queijo creme.
-1 chávena de queijo creme
-1/2 chávena de manteiga amolecida
-2 chávenas de açúcar em pó
-1 colher de chá de baunilha

Misturar o queijo com a manteiga. Adicionar a baunilha e juntar o açúcar até estar na consistência e barrar o bolo.

Estou no Instagram e Facebook aqui!

"Amor de mãe é único e verdadeiro. É para uma vida inteira, e jamais é passageiro."

(Danilo Henrique)

sexta-feira, abril 12, 2019

FELIZ PÁSCOA



Mais um Ano se Passou, mais uma Páscoa está a chegar, e como vem sendo habitual vou estar ausente uns dias. Desejo uma Santa Páscoa com muito Amor e serenidade a todos os que passam por aqui seja em silêncio ou não! Um Bem Haja.🙏

P.S. Peço imensas desculpas desta minha ausência, mas dentro das 2395 receitas que tenho no blog, com certeza encontram alguma para fazerem nesta quadra. Obrigada pela compreensão de todos vós.

Estou no Instagram e Facebook aqui!

"Ainda hoje somos homens e mulheres de passagens; somos filhos da Páscoa.
Os mares existem; os cativeiros também. As ameaças são inúmeras. Mas haverá sempre uma esperança a nos dominar; um sentido oculto que não nos deixa parar; uma terra prometida que nos motiva dizer: Eu não vou desistir!
E assim seguimos. Juntos. Mesmo que não estejamos na mira dos olhos.
O importante é saber, que em algum lugar deste grande mar de ameaças, de alguma forma estamos em travessia..."

(Padre Fábio de Melo)