sexta-feira, novembro 11, 2011

SOPA DE TOMATE FRESCO E PIMENTÃO DOCE COM MANJERICÃO TRITURADO E AZEITE





O Jamie continua-me a supreender pela positiva(!) É um chef que sabe mesmo cozinhar e sem "peneiras", não, como muitos da nossa (praça) que se armam em chefs e é só (peneiras)...O Jamie continua a ser aquele jovem simpático e humilde que fala (sopinha com massa) mas que eu amo de paixão(!) E digo: tenho mesmo que conhecer o jovem. Mais um sonho que acrescentei à minha lista de sonhos a concretizar, e eu como me conheço e muito bem (!) Sei que o vou conhecer, pois eu só não consigo aquilo que não quero. "Pois querer é poder" já a minha avó dizia, e eu posso tudo, basta querer...

Gosto desta sopa quente, mas pode ser servida fria no Verão. Tem bom aspecto e os sabores resultam bem em conjunto, mas mantém as suas próprias qualidades. Vai bem com uma sanduíche quente de mozarrella ou outro queijo cremoso para o almoço.

Ingredientes:
-15 tomates-chucha maduros
-2 pimentos -vermelhos médios
-cerca de 7 colheres de (sopa) de azeite virgem extra
-1 colher de (sopa) de pimentão- vermelho fresco sem sementes e cortado
-1 de de alho, picado finamente
-2 colheres de (sopa) de vinagre de vinho tinto ou a gosto (usei o de vinho tinto)
-565 ml de caldo de galinha ou de legumes caseiro (usei de legumes)
-2 mancheias de folhas de manjericão fresco
Corte os topos dos tomates e escalde em água a ferver durante cerca de 20 segundos ou até conseguir pelá-los e tirar as sementes. Grelhe os pimentos inteiros ( para terem um sabor doce devem ser grelhados até ficarem escuros), deixe repousar numa tigela coberta, depois pele-os e corte-os finamente.
Ponha os pimentos cortados numa caçarola aquecida e de fundo espesso com 2 colheres de (sopa) de azeite virgem extra e o pimentão- vermelho cortado. Junte uma pitada de sal e frite em lume brando durante 5 minutos. Junte o alho picado e o tomate picado e cozinhe durante 10 minutos com outra pitada de sal e o vinagre de vinho tinto, para derreterem e se misturarem. Junte o caldo e deixe cozer durante 15 minutos. Tempere a gosto.
Num almofariz (ou num processador de alimentos) triture o manjericão até fazer uma polpa, com uma pitada de sal. Misture o restante azeite e mais uma gota de vinagre de vinho tinto. Polvilhe generosamente esta mistura sobre a sopa.

Notas: comentário do meu provador oficial (filho): brutalíssimo...

"...Os amigos são para toda a vida, ainda que não estejam conosco a vida inteira. [...]
Amizade não é dependência, submissão. Não se tem amigos
para concordar na íntegra, mas para revisar os rascunhos e duvidar da letra.
É independência, é respeito [...]
O que é mais importante: a proximidade física ou afetiva? [...]
Assim como há os amigos imaginários da infância, há os amigos invisíveis da maturidade.
Aqueles que não estão perto podem estar dentro. [...]
Amigo é o que fica depois da ressaca.
É glicose no sangue. A serenidade..."

[Fabrício Carpinejar]