segunda-feira, janeiro 12, 2009

PLÁGIO


                                                    (Imagem retirada da net)
Bem eu neste momento da minha vida não me aborreço com "coisinhas", mas hoje quando me chamaram a atenção para este blog "_____________" (retirei o link e nome, porque o Beto me alertou que cada visita que se faça a este blog a dita ganha €€€€ )fiquei bastante indignada, não por ter receitas minhas e fotos, mas sim por ler o que a pessoa escreveu na lateral!!!

Este blog é...
... uma colecção heterogénea de escritos, uns mais vindos do coração e outros mais ligados ao cérebro. No fundo é uma forma organizada de arquivar o que me vai dando na gana pôr para fora de mim. Escrevo aqui em primeiro lugar para mim e por mim, mas tenho muito gosto em poder partilhar estes meus "pedaços". Até porque o mais importante também não é evidente para mim. É bem vindo quem vier aqui espreitar...e ajudar-me a descobrir aquilo que importa! :-)


Eu coloquei a vermelho o que me incomodou no texto!!!
Claro, "coração" a pessoa em questão não deve saber o que é!! E cérebro não têm de todo!!!
Eu penso que só pode ser uma pessoa muito mal formada, com os esqueletos todos por arrumar no armário! Desviar as nossas receitas que nós fazemos com tanto carinho. Dá trabalho ter um blog de culinária, mas a pessoa em questão com certeza pensou: quero um blog de culinária!! E pronto, resolveu fazer um com as nossas receitas e fotos. Se repararem só em 2009 já postou 90 receitas!!! Isto é que se chama trabalhar, se fosse a dita a fazer o trabalho claro, mas como disse mais atrás cérebro não tem de todo. Porque senão sabia que nada se consegue sem trabalho. E vou mais longe !!! Qual o gozo de postar as receitas sem as ter feito? Pelo menos a mim o gozo de ter blog é poder partilhar uma das minhas paixões (cozinhar). Mas enfim há gostos para tudo. E há pessoas capazes de tudo. Que tire as minhas receitas, mas que as execute, postando fotos suas. Postar fotos minhas, assim como copiar na integra o texto, chama-se "plágio", sendo em determinados casos púnivel pela lei. Se a atitude que esta pessoa tem perante a vida, é aquela que transparece no seu blog... Bem, infeliz de quem não sabe viver a vida como esta deve ser (passando ao "exagero") vivida!

Isabel de Miranda