sexta-feira, julho 09, 2010

PEITO DE PATO [MAGRET] COM COENTROS E SÉSAMO E RISOTTO DE COENTROS





Que nome tão comprido para uma receita tão simples. Risotto é daqueles comeres que os filhos adoram e agradecem quando faço. Já pato a filha é que adora, o filho come simplesmente. Mas, até gostou muito desta maneira que fiz. Talvez pelo sabor e textura das sementes que lhe dá aquele crocante fantástico. Vamos à receita.

Ingredientes:
- 3 peitos de pato (ou Magret como quiserem chamar! Eu sou de peitos, ok?)
-1 colher de (sopa) de grãos de pimenta 4 sabores
-3 dentes de alho descascados
-um pouco de sal marinho
-1 molho de coentros
-sementes de sésamo para envolver os peitos
-azeite virgem extra
Numa panela coloquei os peitos de pato cobertos com água, sal marinho, dentes de alho, meio molho de coentros e a pimenta. Levei ao lume até cozer os peitos (mas, não desfazer,ok?) Quando cozidos retirei da panela os (peitos de pato) e reservei a água que coei para o risotto. Numa tigela coloquei o azeite o resto dos coentros picados e as sementes de sésamo. Misturei muito bem e envolvi bem os (peitos) nessa mistura. Coloquei os ditos num tabuleiro de barro e levei ao forno pré-aquecido a 200ºC, durante 25 minutos, virando a meio. Entretanto fui fazendo o risotto.

Ingredientes para o risotto:
-1,5 l de água de cozer os peitos de pato
-2 colheres de (sopa) de azeite virgem extra
-1 cebola picada miudinho
-2 dentes de alho picados
-300 gr de arroz de risotto
-150 ml de vinho branco
-sal marinho
-1 molho de coentros picados
-1 colher de (sopa) de manteiga
-queijo Parmesão ralado na hora

Num tacho coloquei a cebola, os dentes de alho e o azeite. Levei a lume brando. Quando começou a harmonizar sabores juntei o arroz e deixei fritar, fui sempre mexendo. Passado um minuto começou a ficar translúcido. Juntei o vinho branco e continuei sempre a mexer (o aroma nesta altura é divino). O sabor forte do álcool vai evaporar-se e deixar no arroz uma essência saborosa. Quando o arroz absorveu o vinho juntei uma concha de água quente (a da cozedura dos peitos de pato) e um pouco de sal marinho. Fui sempre mexendo e juntando água em lume brando. Nunca junto mais água antes de o arroz ter absorvido a anterior. Quando estava quase juntei os coentros picados. Deixei só mesmo acabar de cozer. Desliguei o lume e juntei a manteiga e o queijo. Servi de seguida."Brutalíssimo"...