sexta-feira, setembro 28, 2012

BOLINHAS DE AZEITONAS



 Esta receita é do meu livro de Pantagruel. Quem me segue, sabe que ando a dar uma atenção especial a este livro. Esteve no canto muitos anos agora ando numa de pesquisar e fazer receitas do mesmo. Desta vez foi uns aperitivos, que simplesmente achei fantásticos. Como penso fazer outras receitas de aperitivos vou deixar aqui uma nota, o que a  Maria Manuela Limpo Caetano, acha dos mesmos...

Aperitivos:
Notas Prévias: É sempre arbitrária qualquer lista de aperitivos e a que se segue não foge à regra...Arbitrária e reduzida, porquanto nem talvez as páginas todas deste livro chegassem para registar o que a fantasia humana tem vindo a criar neste domínio. Como não se trata de «comida» no sentido comum do termo, mas de «taste teasers», espevitadores do paladar, devem os aperitivos ser pequeninos e- insidiosamente, sorrateiramente, pecaminosamente...-puxar para as bandas do sal, da pimenta e do picante. Nos casos em que a urgência não dá tempo para despender com muitas preparações culinárias, uma volta por um supermercado ou por uma boa mercearia é a resposta, pois existem actualmente à venda não só inúmeros aperitivos já prontos como variadíssimas conservas aptas a, num ápice, se transformarem em deliciosos petisquinhos. Os «nossos» aperitivos, os feitos por «nós» e que não se encontram à venda, dão porém uma nota de classe, de interesse e de aconchego caseiro, que os fabricantes industrialmente nunca conseguem igualar.



Ingredientes:
-250 g de farinha de trigo
-60 g de margarina (usei manteiga)
-5 g de sal
-1 colher de (chá) de fermento em pó
-leite q.b. (usei 2 colheres de sopa de leite até a massas ficar com a textura ideal)
-azeitonas verdes q.b. (usei pretas)


Peneira-se a farinha com o sal e o fermento para uma tigela, põe-se em cima a margarina (usei manteiga), desmancha-se com o calor dos dedos e vai-se amassando, juntando leite aos poucos até obter uma massa bem ligada que se trabalha sobre a pedra da bancada. Deixa-se descansar 15 minutos. Descaroçam-se azeitonas com o descaroçador próprio e cortam-se ao meio. Tende-se a massa em bolinhas do tamanho de nozes e mete-se dentro de cada uma metade de uma azeitona. Dispõem-se no tabuleiro do forno levemente untado com margarina (usei papel vegetal) e cozem-se em forno quente.