segunda-feira, agosto 17, 2015

LICOR DE NOZES VERDE



Então estou de volta, :) para quem sentiu a minha falta desejo muito "SOL", e para quem nem deu pela minha falta, os meus desejos são igualmente muito "SOL". Vamos lá ao que vos interessa que é a receita: Ao fim de 1 mês de ter feito este licor a cor que apresenta neste momento, não têm nada a ver com a foto. Está castanho escuro mesmo.

Licores, têm andado fugidos no Cozinhar com os Anjos, mas não é que não continue a fazer. Só como são repetidos (já existe as receitas no blog) não partilho, pois no escurinho do móvel moram lá alguns. Este licor de noz verde já é outra coisa, estava eu numa fila de um minimercado perto da minha casa, e oiço a conversa (tinha mesmo que ouvir, a senhora é daquelas que fala para a plateia) :) estava a contar que chegando a casa ia fazer o licor e explicou como fazia, registei, mesmo que a conversa não fosse comigo, agora a receita essa sim fiquei curiosa. Fui colocar as compras a casa, e segui logo em busca de nozes verdes, há uma nogueira a  uns largos metros da minha casa. Lá apanhei as 10 nozes que a senhora falou, lavei-as enxuguei-as com papel de cozinha, calcei umas luvas (reparei que só a fazer este pequeno trabalho, as mãos ficaram com um tom esquisito que não gostei) e com a ajuda de uma faca e martelo parti as nozes aos bocados, coloquei dentro de um frasco de boca larga, juntei dois paus de canela e 10 cravinhos de cabeça. Juntei 1 litro de boa aguardente, que nunca falta cá em casa para os meus licores. O frasco foi fazer companhia dentro do móvel no escuro, e será para ser abanado, claro quando me lembro. :) Daqui a 2 meses virei dizer como fiz o resto.

P.S. Peço imensa desculpa de não ter falado mais deste licor, mas passado um ano do licor a hibernar no móvel, retirei e ia engarrafar, mas catrapúm, o frasco escorregou das mãos e foi ao chão. Levei, não um mas vários dias a limpar o chão. :( Grande licor devia estar, a apanhar o licor do chão, primeiro tive que apanhar de pá do lixo, o licor estava grosso, o meu filho quando soube disse logo: ai mãe nem digas nada. Este ano voltei a fazer a ginjinha da mesma maneira, e vou deixar de novo 1 ano. Então depois mostro como ficou ou não... ;)

"Vence quem passa por essa vida rindo. E se o preço que se paga por ser um pouco feliz é ser um pouco idiota, dane-se." :)


(Tati  Bernardi)