domingo, janeiro 27, 2008

TARTE DE AMORAS SILVESTRES [DA NATÉRCIA]





Natércia sabes quando fui às amoras não tinha blog. Nem percebia de computadores, muito menos andava na net. A minha filha é que tirou a receita da tarte na net, e deu-me. Na altura sem saber que a mãe ainda viria para estas andanças nem retirou o link. Qual não é o meu espanto quando vou ver as tuas amoras e vejo a tua tarte. Claro foi no teu blog que ela tirou, Natércia desculpa, mas já rectifiquei o erro. Como o mundo é pequeno. Esta receita é daqui;http://fielaotacho.blogspot.com/
No próximo verão vou à chinchada das amoras só este verão passado apanhei mais de 5kg, claro fiz doce, esta tarte varias vezes e fiz cheesecake de amoras. Mas claro agora só 100 gr no Jumbo custa € 6,90. Não se pode chegar, a vossa amiga comprou amoras congeladas a medo,mas surpresa, ficou uma maravilha, já posso fazer no inverno,vamos à receita:
Massa areada
-250 gr de farinha
-70gr de açúcar
-1 ovo
-140 gr de margarina
Mistura-se num recipiente a farinha com o açúcar colocando a seguir o ovo. De seguida coloca-se a margarina aos bocadinhos para facilitar o amassar da massa, a qual não se poderá agarrar ás mãos. Deixa-se descansar a massa pelo menos 1 ou 2 horas no recipiente.
Preparação do recheio:
-2 pacotes de natas
-70 gr de açúcar
Estende-se a massa areada preparando anteriormente, na forma de tarte, devendo ser previamente untada com margarina. Esta deve cobrir integralmente toda a forma, inclusive os rebordos, depois da massa estar já colocada pique com um garfo em toda a massa, de forma a que a cobertura posterior agarre a massa. Coloca-se então as amoras até cobrir a forma. Há parte misturam-se as natas com o açúcar num recipiente,e deita-se por cima das amoras. Nesta altura já o forno deve estar quente. Por fim, polvilha-se a tarte com canela misturada com açúcar amarelo, e leva-se a cozer a uma temperatura de 170ºC. Deixa-se estar 45 minutos a 1 hora a cozer, devendo confirmar nesta altura se a massa já se encontra cozida, com aspecto alourado, espetando um palito tanto na massa como na cobertura. Normalmente a cobertura pode parecer que não está cozida porque apresenta um aspecto mole mas o que acontece realmente é que ela só fica consistente quando se tira a tarte da forma e se deixa arrefecer podendo-se colocar de seguida no frigorífico, servir fria...