segunda-feira, janeiro 09, 2012

MEXILHÃO COM ALHO FRANCÊS



Mexilhão adoro simplesmente, a minha filha acompanha-me, pois também gosta. Resolvi fazer uma comidinha de mulheres, e que bem que soube. O mexilhão eu compro umas embalagens com água em vácuo na MAKRO que adoro, pois sabe mesmo ao "meu" Mar... Aqueles pacotes congelados, "Deus me perdoe", mas nem sei a que sabe! Estou a dar a minha opinião, pois também já comprei! Frescos com casca, não tenho paciência  para fazer a dita limpeza aos ditos. Lembro-me de quando era criança, eu e os meus irmãos e amigos, na praia do Motel em Oeiras, agora é o  atual Inatel. O meu pai levava o carro cheio, não era preciso cintos e nós crianças íamos todos em cima uns dos outros, bastava pedirmos ao meu pai:- pai, o A, B, C e D podem ir connosco? Ele dizia logo, que sim!  Andarmos na maré baixa apanhar lapas e mexilhão. O que nos divertíamos, além de nos espalharmos nas rochas e cortarmos às vezes os pés, mas a água salgada curava tudo, não havia choros, nem infeções, até a água salgada naquele tempo era diferente. Depois vínhamos da praia com sacadas, cada um ia para as suas casas tomarem os seus respetivos banhos e no final do dia juntávamos todos em minha casa, pois a minha mãe fazia o petisco, para nós crianças comermos. E que bem que sabia, fazia arroz de lapas, arroz de mexilhão e também ao natural. acompanhávamos com uma bebida que se chamava o pirolito, onde se tirava uns berlindes no topo das garrafas e o meu irmão guardava, para jogar ao berlinde, aqueles jogos que as crianças se divertiam sem gastar muito. E os pais sabiam sempre onde os filhos estavam. Vamos à receita.

Ingredientes:
-1 kg de mexilhão
-1 dl de vinho branco
-1 cebola
-2 dentes de alho
-1 alho francês
-azeite
-2 tomates maduros
-sal
-pimenta preta moída na altura
-sumo de meio limão
Coei a água e cozi o mexilhão no vinho branco. O que foi "vapt-vupt". Reservei o liquido, e mexilhão.  Num tacho piquei a cebola e os dentes de alho e o alho francês cortado em rodelas e devidamente lavado. Juntei o azeite e deixei murchar sempre em lume brando. Adicionei os tomates limpos de peles e cortado em cubinhos. Deixei amaciar no refogado. Acrescentei o liquido que tinha reservado e deixei ferver um pouco, até evaporar um pouco o molho. Juntei o miolo de mexilhão temperei com sal, pimenta preta moída na altura e o sumo de limão. Foi só começar a ferver, apaga-se logo o lume e serve-se de seguida.

"Se as críticas dirigidas a você são verdadeiras, não reclame; se não são, não ligue para elas"


[Chico Xavier]