terça-feira, julho 01, 2014

MAR


                                                         (Imagem retirada na net)

"O mar, o mar, sempre recomeçado!"

( Paul Ambroise Valery)

Parece que ontem algumas "pessoinhas" não compreenderam o que escrevi. Talvez seja eu que não sei escrever (de certeza absoluta, que não!) Talvez seja eu que não tenha sentimentos, talvez, talvez, ficaríamos aqui num infinito de talvez. Sei o que escrevi, sei que quem me segue já sabe o que penso sobre Padres, não gosto, sejam eles conhecidos ou não. Para dar conselhos nem precisa de ter batina, qualquer um o pode fazer... Para pecar, qualquer um o pode fazer inclusive os Padres. Só que há uma grande diferencia, os Padres estão a passar a palavra de DEUS, então há que saber o seu lugar o que todos sabemos que é MENTIRA. Pecam e muito. Melindrei algumas "pessoinhas" quando escrevi: "nunca questionei DEUS, mas quando eu digo:"NUNCA" é mesmo nunca. Se vocês já questionaram e questionam só a vocês diz respeito. A mim não me interessa nada o que vocês fazem, só me importa mesmo como eu levo a vida. DEUS para mim é um todo, estou sempre com Ele nos bons momentos e maus momentos da minha vida.. E estou-me lixando para o que façam com os Padres, visitem as capelinhas todas, eu visito sim, mas sem os ditos. Não gosto (gosto do Papa Francisco) e só. Só peço cresçam e apareçam e não escrevam as vossas amarguras, não deitem as vossas amarguras para cima dos outros (neste caso eu), podem deitar, mas como eu digo: sou forte, faço ricochete, tenho pena. :)
P.S. Sabem o que é o respeito? É isso mesmo, respeitarmos o que o outro pensa, faz ou escreve, mesmo que não estejamos de acordo. Muita coisa ao longo da minha vida que não concordo, mas só tenho que respeitar. Pois o respeito é bonito e fica muito bem.