domingo, março 02, 2008

PARTISTE CAMPEÃO: PAI, ATÉ UM DIA...




Pai: foste campeão de "BOXE" no ano de 1951 (Carlos Miranda). Foste também um campeão a partir, sem uma queixa, e se sofreste, eu e o meu irmão fizemos tudo para teres uma partida com dignidade. Graças a DEUS, tiveste, ontem quando te levei para o hospital tu dentro da ambulância disseste muito baixinho (sim já não tinhas força para falar) mas disseste: tu vens?-Sim pai vou, só não posso ir na ambulância. Quando chegas-te ao hospital, já eu estava lá para te abrir a porta, mas tu entras-te logo para reanimação! O médico do pai não estava mas eu tinha- lhe telefonado e ele tratou de tudo para o pai quando chega-se entrar logo, e assim foi, esteve num quarto particular para podermos estar contigo sem horas. Pai dei-te tantos beijos, e disse que te amava, tu abristes os olhos, dizem, que já não ouvias. Mas sabes, que eu tenho a certeza que me ouviste! "PAI AMO-TE, ATÉ UM DIA"...


Eterna Saudade meu querido Pai...
Adoro-te hoje e sempre ...
Desta tua filha que nunca te há- de esquecer ...
Do fundo do meu coração, um "GRANDE OBRIGADA".
Por teres sido o pai que foste, o amigo que te tornaste, o homem que te fizeste.
A ti meu querido pai devo-te muita coisa da minha vida.
Devo-te a mulher que sou hoje.
Jamais serás esquecido.
Sei que nos havemos de (re)encontrar um dia,
por isso apenas te digo até.
Descansa em Paz.
Até um dia PAI...
Um grande e eterno beijo da tua filha que te ama e amara sempre...