quinta-feira, janeiro 19, 2017

AZEVIAS DE GRÃO E AMÊNDOA EM MASSA FOLHADA



Continuamos com o desfile das iguarias que estiveram presentes na nossa mesa de Natal. Como o Natal é quando uma mulher (eu) quer, seguimos para bingo. :)) Fritos na minha casa passa-se meses que não faço, mas o Natal é uma época que os nossos doces tradicionais são fritos, o caso das azevias Fiz as azevias, mas sobrou recheio, ⇛como neste ano fiz com a massa  folhada não fui de modas, retirei uma massa folhada do Lidl [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] que tenho sempre congelada, deixei descongelar e fiz mais umas azevias? Ou o que quiserem chamar, pasteis etc, para mim fica azevias, mas cada um dá-lhe o nome que convém ou que gostam.


Recheio:
-1 lata das grandes de grão
-300 gr de açúcar
-100 g de amêndoa moída com casca
-1 laranja
-1 clh de (chá) de canela em pó
-4 gemas.
-1 massa folhada do Lidl, utilizem a que vos agrada

Reduza o grão a puré. Leve-o ao lume com o açúcar, e 1 dl de água, a raspa e o sumo da laranja, a canela, o miolo de amêndoa e as gemas. Mexa até obter ponto de estrada. Retire e reserve. Cortei a massa folhada do Lidl [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] em rodelas com a ajuda de um corta bolachas (podem usar um copo, chávena o que tiverem à mão) e coloquei uma colher de sobremesa bem cheia de recheio, fechei as azevias? E pincelei com água fria, levei-as num tabuleiro ao forno previamente aquecido a 200ºC, o tempo de folhar e alourar. Depois passei por açúcar e canela.

Encontram-me no Instagram e Facebook aqui!


Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica
Sporting Clube de Portugal

quarta-feira, janeiro 18, 2017

GELADO DE BOLO RAINHA




Adoro bolo Rei, bolo Rainha ou o escangalhado, já fiz e o bolo rei ambas as receitas já se encontram  no blog. No Natal,  fiz os doces todos que a quadra pede, excepto estes bolos que falei mais atrás, mas não foi por isso que estes bolos não estiveram presentes na nossa mesa, hoje em dia estou numa de me poupar, tanto trabalho e depois mais de metade não se come, e eu a dizer:- Para o Ano que vem não faço tanta coisa, ok, há anos que digo sempre a mesma coisa... Mas continuando, compro o bolo Rei e Rainha, pois gostamos.  Este ano, comprei no mesmo sitio dos anos anteriores, que adoro, mas não sei o que se passou com o bolo Rainha, estava carregado de frutos secos como o costume, mas achei a massa muito seca, comi uma fatia e não lhe toquei mais. Cortei metade do bolo em fatias finas e levei ao forno a alourar, a outra metade resolvi o problema fiz um gelado. :))) Assim a Isabel já come e ficou uma delicia. Nada se estraga tudo se transforma. Vamos ver como fiz.


Ingredientes:
-400 g de bolo Rainha
-300 gr de iogurte Grego Lghit
-60 g de açúcar
-1 c. café de canela
-500 ml de natas 

Coloquei o bolo no processador e fiz em migalhas. Reservei. Numa tigela coloquei o bolo, canela e o iogurte, envolvi muito bem. Juntei as natas batidas "quase" em chantilly com o açúcar, e envolvi muito bem. Deitei o preparado na sorveteira a trabalhar durante 25 minutos, depois? Foi deliciar-me :)))


P.S. Dizem que vem uma grande vaga de frio (detesto), acredito quem não seja "apaixonada" por gelados se arrepiem a olhar para esta receita. Cá em casa, gelados tanto se come no Inverno como Verão, não há estações do ano que a sorveteira trabalhe mais ou menos, é igual. Pode não passar tantas receitas por aqui, mas é porque faço receitas repetidas, e como é óbvio, não publico.

Estou no Instagram e Facebook aqui!

"O Cristo não pediu muita coisa, não exigiu que as pessoas escalassem o Evereste ou fizessem grandes sacrifícios. Ele só pediu que nos amássemos uns aos outros."


(Chico Xavier)

terça-feira, janeiro 17, 2017

CORNUCÓPIAS DE CAMARÃO





Cornucópias doces? Todos já comemos ou fizemos como tenhoaqui⇚ e aqui⇚. Salgadas, já se torna diferente, mas também podemos fazer para uma entrada o caso destas. O recheio? Utilizem um da vossa preferência, dêem asas à vossa imaginação, esta é só uma ideia.


Ingredientes:
-250 g de camarão descascado e congelado
-1 massa folhada do Lidl
-1 cebola 1 c. de sopa bem cheia de manteiga
-1 c. de sopa de polpa de tomate
-2 c. de sopa de farinha Branca de Neve
-coentros q.b. (ao gosto)
-sal marinho
-pimenta preta moída na altura


1º- Cortei em tiras a massa folhada do Lidl [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] e enrolei nas formas das cornucópias, coloquei as formas forradas com a massa num tabuleiro forrado com papel vegetal e pincelei com água fria e levei ao forno pré-aquecido a 200ºC o tempo de alourar e folhar.
2º- Cozi o camarão em água temperada com sal marinho. Depois de cozido, coei e reservei o camarão e um pouco da água de cozer o mesmo.
3º- Descasquei a cebola e piquei a cebola para dentro de um tacho com a manteiga e deixei cozinhar até ficar translúcida.  Adicionei a polpa de tomate, de seguida a farinha Branca de Neve [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands]. Fui mexendo e juntando a água reservada de cozer o camarão até sentir a textura de um creme sedoso. Temperei com a pimenta e deixei engrossar. Juntei os coentros picados e os camarões cortados em bocadinhos, envolvi muito bem. Rectificar o sal e pimenta. (Ter em atenção a água de cozer o camarão utilizada no recheio já ter sal, eu não utilizei mais sal nenhum). Rechear as cornucópias e servir.

P.S. Quem preferir utiliza gema de ovo para pincelar, eu prefiro mesmo a água fria. Há gostos para tudo. :)))

Encontram-me no Instagram e Facebook aqui!


Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica
Sporting Clube de Portugal

segunda-feira, janeiro 16, 2017

BOLO DE CHOCOLATE [PARA AMANTES DE CHOCOLATE][MEU ANIVERSÁRIO]




Mais um bolo no Cozinhar com os Anjos, este foi para o meu aniversário que foi ontem. 58 anos feitos, é sempre a somar, como se quer. Começa a ser difícil a escolha do bolo do meu aniversário (não, não é por ser muitos anos, o que adoro) mas depois de ter 216 receitas de bolos no blog, fora os que ainda estão em rascunho, têm que concordar comigo. :D Ok, mesmo que não concordem, continuo a sentir o mesmo. Mas com paciência sempre encontro algo, para surpreender. ;) 
 Há pessoas que adoram festejar o aniversário, andam a badalar, ainda falta um mês para o dia, mas é para as pessoas se lembrarem, não é o meu caso. Os filhos, não me deixam esquecer, não é por fazer mais um ano, isso a mim não me incomoda nada, o que não gosto é de festejar. Sei que é um contra senso, mas sou assim e sempre fui, aliás quem me segue ou conhece sabe que é assim. Um dia que me faz recordar os meus saudosos pais, um dia que estou sempre triste, agora mais desde a partida deles, um dia que desejo que passe a correr, apesar, de nunca me cansar de agradecer: Obrigada meus pais, pelo meu nascimento. Vamos ao bolo que é o que vos interessa.


Ingredientes para o bolo:
-2 1/2 chávenas de açúcar amarelo
-2 1/2 chávenas farinha Branca de Neve
-1 3/4 chávenas de cacau em pó sem açúcar
-3 colheres de chá de bicarbonato de sódio
-1 c. de sobremesa de fermento em pó
-1 c. de café de sal
-3 ovos grandes + 2 gemas grandes, à temperatura ambiente
-1  1/2 chávenas de leite (usei magro)
-1/3 chávena de natas
-3/4 chávena de óleo (usei óleo de coco)
-1 c. de sobremesa de essência de baunilha
-1  1/2 xícaras de água quente
-1 chávena de chocolate preto partido em bocados pequenos (usei Valrhona) usem o que mais vos agradar ou se preferirem usem pepitas



Para a cobertura de chocolate:
-2 chávenas de manteiga sem sal à temperatura ambiente
-4 1/2 chávenas de açúcar em pó
-3/4 chávena  de cacau em pó sem açúcar peneirado
-1 c. de chá de extracto de baunilha
-1/2 c. de chá de sal
-200 ml de natas
-4 c. de sopa de ganache (receita abaixo)


Ganache para enfeitar:
-350 ml de natas
-400 g de chocolate preto (useiValrhona) usem o que mais vos agradar

1º-Untei e forrei com papel vegetal que voltei a untar 3 formas de (21 cm) e reservei.
 Numa tigela grande  coloquei o açúcar, farinha Branca de Neve,[uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] cacau, bicarbonato, fermento e o sal; misturar bem os ingredientes secos. Numa outra tigela misturei os ovos, as gemas, leite, natas, óleo e extracto de baunilha; misturei até ficar completamente envolvido. Despejei a mistura nos ingredientes secos e bati com a batedeira em baixa velocidade até incorporar. Despejei a água quente e continuei a bater durante cerca de 1 minuto. Adicionei o chocolate partido grosseiramente em bocados pequenos na massa e envolvi com a espátula.
Divide a  massa uniformemente entre as formas preparadas.  Levei ao forno pré-aquecido a 180ºC. Levou à volta de 30 minutos (teste do palito). Deixei arrefecer um pouco antes de desenformar e colocar os bolos numa rede para arrefecerem completamente antes de seguir a parte seguinte: montagem.

2º-Fiz o ganache: Parti o chocolate e coloquei dentro de uma tigela, deitei as natas fervidas tapei a tigela com película aderente, ao fim de 3 minutos, bati com uma vara de arames, até sentir uma textura sedosa. Reservar.

3º- Cobertura de chocolate: Numa tigela bati a manteiga com a batedeira durante 3 minutos o tempo de ficar com uma textura cremosa e lisa. Peneirei o açúcar em pó e o cacau na tigela da manteiga e bati com a batedeira numa velocidade baixa até sentir que a manteiga tinha absorvido o açúcar e cacau. Aumentei a velocidade da batedeira e adicionei o extracto de baunilha, sal, natas e o ganache e continuei a bater até sentir a textura pretendida.

4º-Montagem do bolo:
Usei uma faca serrilhada e cortei o topo saliente dos 3 bolos, ficando com a superfície plana. Coloquei o primeiro bolo no prato e cobri generosamente com a cobertura de chocolate, de seguida deitei por cima da cobertura ganache até cobrir. Coloquei o segundo bolo, e procedi do mesmo modo do primeiro bolo, coloquei o terceiro bolo, e ajeitei para ficarem direitos, levei o bolo ao frigorífico antes de cobrir (para prender) durante 1 hora. Ao fim desse tempo cobri com a restante cobertura de chocolate, com a ajuda do saco pasteleiro, fiz umas rosetas, e como nada se desperdiça deitei o restante ganache por cima.

P.S. Peço imensas desculpas de não haver fotos do bolo aberto, mas o tempo e vontade de produções fotográficas foi: nenhum, preferi "agarrar" o tempo para estar com quem eu AMO. Quem me segue, sabe que já não tenho nada a provar a ninguém, por isso se quiserem acreditar o bolo estava brutal, dito pelo meu provador oficial (filho) e restantes comensais. :)

Encontram-me no Instagram e Facebook aqui!


Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica
Sporting Clube de Portugal

sexta-feira, janeiro 13, 2017

RABANADAS À POVEIRA








 Como já disse/escrevi, o Natal já lá vai, mas no Cozinhar com os Anjos vai continuar a desfilar as iguarias que estiveram presentes na nossa mesa no Natal e Fim de Ano. Esta iguaria é uma que se pode fazer durante o ano todo, para aproveitar pão, ou nos apeteça a casa com cheiro a Natal, como sempre os meus filhos disseram, quando eu fazia algo com canela. Estava no Facebook e vi o vídeo das rabanadas à poveira do chef Hernâni Ermida. Fiquei super curiosa para fazer, resolvi guardar para o Fim de Ano, no Natal fiz as ⇛rabanadas da minha saudosa mãe. Estas rabanadas, para mim, são muito diferentes das tradicionais e que eu sempre conheci e comi. Gostei muito e a filha também! Vamos à receita!

Ingredientes:
-9 pães secos (de 4 dias)
-7,5 dl de leite
-150 g de açúcar
-1 pau de canela
-5 ovos
-3 gemas
-açúcar e canela para polvilhar
-óleo para fritar


Ovos moles
-6 gemas (fiz só com 3)
-6 c. sopa de açúcar (3 . sopa de açúcar)
-6 c. sopa de água (3 c. de sopa de água)

Comece por preparar os ovos moles. Deite as gemas para um tacho, junte o açúcar e a água, mexa e leve ao lume, mexendo sempre até ferver. Retire do lume e deixe arrefecer. Depois coloque numa taça e guarde no frio.

Leve um tacho com o leite, o açúcar e a canela ao lume e deixe ferver. Depois, desligue e deixe arrefecer. Retire a côdea ao pão, de modo a deixá-lo inteiro, bata os ovos com as gemas e junte depois o leite. Misture e junte o pão, deixe que fique bem embebido na mistura do leite e ovos, depois retire um de cada vez, apertando entre as mão para que fique moldado, tipo uma bola.
Leve ao lume um tacho com óleo abundante, deixe aquecer, junte o pão e deixe fritar até ficarem douradinhas de ambos os lados. Retire, deixe-as escorrer em cima de papel de cozinha depois passe-as por açúcar e e canela e sirva regadas com doce de ovos.

Nota: fiz só metade da receita de doce de ovos, nem todas as rabanadas se comeu com o dito, eu gostei também delas simples. Para mim, só tem um senão, enquanto as rabanadas que faço (receita da minha saudosa mãe) fazem elas próprias a calda, o que ao fim de um dia ou mais come-se uma rabanada coberta com a sua própria calda (rabanada húmida/molhada fofa) como eu muito gosto, estas ao fim de dois dias ficam mais secas, mas gostei e muito. Receita a repetir.

Estou no Instagram e Facebook aqui!

quinta-feira, janeiro 12, 2017

ADIDAS LOJA EXTREME URBAN FOOTWEAR





Hoje trago uma situação bem má relativamente à marca ADIDAS, tendo em conta uns ténis Super Star-Pharrell Williams colecção PANTONE adquiridos na loja Extreme Urban Footwear do Almada Forum. Uns ténis com 1 ano, que se o filho calçou 15 vezes já foi muito, e que em Dezembro reparou que a biqueira dos ténis estavam a descolar, soltar ou rasgar, nem sei. Levei os ténis à loja Extreme Urban Footwear, que me disseram que iriam mandar os ténis para o controlo de qualidade da marca e logo me dariam uma resposta. Recebi uma mensagem a dizer:" Já temos resposta do artigo que enviou para o controlo de qualidade. Extreme Almada." Dirigi-me logo à loja, e qual não é o meu espanto quando tinha uma carta onde dizia que não foi identificada qualquer situação de descosimento, está visto que quem viu os ténis tem que ir o mais depressa possível a um Oftalmologista, está mesmo a ver mal. Uns ténis com tão pouco tempo e com pouco uso, não faz qualquer sentido que comecem a descolar! Não são baratos para serem tomados como "descartáveis". Claro, que fiz a reclamação no livro, e disse que iria publicitar o mau serviço da loja Extreme Urban Footwear, neste caso em representação da marca ADIDAS. Quando à biqueira está claramente descolada, mas colocam pessoas em busca de "descosimento", o que é óbvio que não é encontrado. Uma pessoa dá um valor a meu ver elevado por uns ténis de uma marca reputada, e depois estes têm a mesma qualidade de ténis baratos de marcas generalistas! Pois bem, da minha parte, aconselho a evitarem a EXTREME URBAN FOOTWEAR! E o filho já disse que acha uma pouca vergonha e que irá informar-se melhor, porque não se admite que calçado deste valor exija passado 1 ano que se vá a um sapateiro gastar dinheiro para colar algo defeituoso (ou de fraca qualidade).

P.S. Fotos a comprovar.




RISSOIS DE POLVO



Passa-se meses que não faço fritos na minha casa e não os comemos, sempre foi assim, gosto, mas não gosto de fazer. Mas na quadra do Natal, se quisermos colocar as verdadeiras iguarias na mesa, não podemos fugir deles (fritos). Eu e os meus filhos somos muito tradicionais nesta quadra, posso fazer algo de novo para colocar na mesa, mas os doces tradicionais nunca faltam, o que tenho que fazer fritos, rabanadas, sonhos, coscorões, azevias e tudo o que pertence. :D Com os restos de comida salgada que sobra, sempre fiz roupa velha empadão⇚ e outras comidas (aproveitamentos) que tenho no blog. Este ano com o ⇛polvo à lagareiro⇚ que sobrou (3 pernocas grandes)  fiz estes rissóis que deram 20, aqui na foto estão 8, os restantes congelei. Primeiro cortei as pernocas em bocadinhos e reservei. Vamos ver como fiz.

Ingredientes massa:
-1 chávena de água
-1 1/2de farinha Branca de Neve
-1 c. de sopa de manteiga
-1 casca de limão

Num tacho coloquei a água, casca do limão e a manteiga, quando levantou fervura retirei a casca e deitei a farinha Branca de Neve [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] de uma vez só. Mexi energicamente até se soltar das paredes e fundo do tacho, deixei mais um pouco. Depois passei a massa para a bancada da cozinha (não precisa de farinha) e coloquei as mãos na massa até a sentir sedosa. Quem não aguenta a temperatura da massa quente deixa descansar um pouco (arrefecer) e depois amassa, não altera em nada a textura da massa, não tenham problemas. Depois é esticar a massa fina (eu gosto bem fina) cortar rodelas colocar o recheio fechar, fazer até a massa e recheio terminar. Passar por ovo batido e pão ralado. Deixo sempre descansar um pouco no frigorífico (1 hora) (se são para consumir no dia) senão congelo.


Recheio :molho bechamel
-1 cebola pequena picada
-1 c. de sopa cheia de manteiga
-água de cozer o polvo q.b. (até encontrar a textura, peço desculpas mas não medi)
-sal marinho
-noz moscada ralada na altura
-pimenta preta moída na altura
-polvo cortado em bocadinhos pequenos

Num tacho coloquei a cebola e manteiga, em lume brando até a cebola murchar nessa altura tempero com o sal, e mexo bem, junto a farinha e volto a envolver, vou adicionando a água de cozer o polvo (tinha congelada) pouco a pouco até obter a textura do béchamel, juntei o polvo temperei com a noz moscada a pimenta e envolvi muito bem. Reservei até arrefecer.

Nota: Quando faço polvo, gosto sempre de congelar a água que se forma (quem me segue sabe que cozo o polvo sem água na panela de pressão, a água que se forma é a própria que o polvo deita. Aproveito essa água às vezes para fazer um arroz com as cabeças do polvo que nunca asso, e congelo.

Encontram-me no Instagram e Facebook aqui!


Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica
Sporting Clube de Portugal

quarta-feira, janeiro 11, 2017

AZEVIAS DE GRÃO E AMÊNDOA


 O Natal já lá vai, mas no Cozinhar com os Anjos vai continuar a desfilar algumas das iguarias que estiveram presentes na nossa mesa. Hoje é dia das Azevias que nunca faltam na nossa mesa de Natal. Este ano resolvi, juntar à receita de grão e laranja amêndoas, o que não me arrependi. :) Vamos ver como fiz.

Ingredientes da massa:
-500 g de farinha Branca de Neve
-100 g de banha derretida
-0,5 dl de aguardente
-2,5 dl de sumo de laranja

A massa: mistura a farinha Branca de Neve [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] com a banha derretida, de seguida a aguardente e vá juntando o sumo da laranja até obter uma massa lisa e macia. Estende a massa com o rolo numa superfície limpa e enfarinhada. depois é colocar o recheio e fechar e cortar com um corta bolachas ou um copo. Levar a fritar em óleo bem quente, o que a fritura é rápida. Depois escorre em papel absorvente e envolve em açúcar e canela.


Recheio:
-1 lata das grandes de grão
-300 gr de açúcar
-100 g de amêndoa moída com casca
-1 laranja
-1 clh de (chá) de canela em pó
-4 gemas.


Reduza o grão a puré. Leve-o ao lume com o açúcar, e 1 dl de água, a raspa e o sumo da laranja, a canela, o miolo de amêndoa e as gemas envolva tudo muito bem. Mexa até obter ponto de estrada. Retire e reserve.

Encontram-me no Instagram e Facebook aqui!


Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica
Sporting Clube de Portugal



terça-feira, janeiro 10, 2017

SOPA DE TOMATE COM COTOVELOS



Estava na limpeza da arca congeladora, e vi os tomates coração de boi (biológicos) que chegaram cá a casa em Setembro, e que eu tinha pelado e congelado para não se estragar. Saiu uma sopa. :) Uma sopa que só por si serve de refeição para mim. Depois uma fruta e chega. ⇛Sopas⇚ cá por casa há sempre, aliás nunca falta. Sopa de tomate tenho várias no blog, esta é só mais uma, que é uma delicia. Vamos ver como fiz:


Ingredientes
-1 kg de tomate maduro (o meu era coração de boi)
-1 cebola grande
-2 batatas doces médias
-1/2 pimento vermelho
-100 g de cotovelinhos
-sal marinho
-1 dl de azeite virgem
-pimenta preta moída na hora
-3 pernadas de manjericão (só as folhas)

Cozi a massa até estar al dente e reservei a massa e a água. Numa panela coloquei a cebola picada em lume brando, e o azeite e deixei cozinhar a cebola até ficar translúcida. Juntei as batatas doces descascadas e cortadas em cubos pequenos e temperei com sal marinho e a pimenta preta moída na hora, envolvi e tapei a panela e deixei cozinhar sempre em lume brando. Adicionei os tomates pelados sem sementes e cortados aos pedaços. Limpei o pimento e cortei em cubos e juntei com o manjericão à sopa, envolvi e voltei a tapar. Deixei cozinhar em lume brando durante mais ou menos 15 minutos. Juntei um pouco da água de cozer a massa que tinha reservado. Deixei levantar fervura e triturei com a varinha mágica. Adicionei os cotovelinhos previamente cozidos e reservados, rectifiquei o sal e deixei só levantar fervura. Servi com ovos escalfados à parte, se quiserem podem escalfar na panela, eu prefiro fazer individual.


"Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade."

(Martha Medeiros)

segunda-feira, janeiro 09, 2017

TRONCO DE NATAL




Mais um tronco de Natal, para acrescentar aos que já estão no blog. Não é mais que uma torta/tronco,⇚ o feitio? Fazemos o tal tronco, pelo menos comigo é assim. Vamos à receita. Não há foto do tronco/torta aberta, peço imensas desculpas, mas o tempo esteve "curto" e quando descarreguei as fotos é que vi, que não tinha tirado foto, e como tronco/torta já não havia, não deu. :D Vamos à receita.


Ingredientes:
-100 g de açúcar
-5 ovos
-90 g de farinha Branca de Neve
-4 c. de sopa de leite
-200 g de chocolate preto (usei Valrhona)
-200 ml de natas
-(fruta cristalizada para quem quiser fazer o tronco)

Ligar o forno a 180ºC. Untei um tabuleiro com manteiga e forrei com papel vegetal, que também voltei a untar. Em seguida bati os ovos com o açúcar, até duplicar de volume. À parte, peneirei a farinha Branca de Neve [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] e envolvi suavemente no preparado anterior. Deitei esse mesmo preparado para o tabuleiro e alisei com uma espátula, levei ao forno, durante 15 minutos. Desenformei sobre uma folha de papel vegetal, polvilhado com açúcar em pó e deixei arrefecer.  Parti o chocolate e coloquei numa tigela. Levei as natas ao lume até começar a ferver, deitei por cima do chocolate e tapei durante 3 minutos. Ao fim desse tempo mexi muito bem até ficar uma mistura homogénea.  cobri a torta e enrolei a mesma. Cortei duas pontas, e coloquei a torta no prato, coloquei as pontas (a fazer o tronco) e barrei com o resto do creme de chocolate. Enfeitei com cerejas cristalizadas e fios de ovos.  Polvilhei com açúcar em pó.

Encontram-me no Instagram e Facebook aqui!


Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica
Sporting Clube de Portugal

sábado, janeiro 07, 2017

PACIÊNCIA TEM LIMITES, A ESTUPIDEZ AINDA MAIS

                                            (Imagem retirada na net)
Devo ser uma mulher, que mete confusão a muito pessoal, e nem me conhecem, fará se me conhecessem (não, sou convencida e sim uma mulher confiante, para muita pena vossa) se não, ao fim de 9 anos na blogosfera, já tinha fechado o meu blog. Há muito pessoal que não sabe o que fazer à vida, então vão destilar o "veneno" que lhes corre nas veias com a Isabel (eu). Então é assim,  na sexta-feira  ontem, não coloquei receita alusivo ao dia de Reis, adoro bolo Rei, mas nesse dia nunca como, ainda estou cheia de doces e de bolos Reis, Rainhas e afins. Hoje quando abro o Facebook, tinha 1 mensagem na minha página do blog de uma pessoa muito triste/veneno a criticar-me de eu ter um blog e não ligar às datas. Que não sou Católica etc, não vou escrever o que a pessoa escreveu (a ofender-me), mas como "vozes de burro não chegam ao céu" fica entre nós eu e essa pessoa (que nem respondi e foi bloqueada, o perfil era uma rosa). Quem me segue ou conhece, sabe bem a minha ligação com "Ele", não preciso de andar em missas, andar a bater com a mão no peito para "Ele" saber quem eu sou e no que acredito, e pode(m) crer que não é em Padres e sim N`Ele que acredito e confio. Estou me lixando para o que pensem de mim Não vou ser hipócrita e escrever que não merecia resposta, o que me apetecia era responder à letra, mas (não, não sou nenhuma anja, aliás nem sei se há alguma, só sei de anjos). :D  Mas o que os meus saudosos pais me souberam transmitir, foi educação, e humildade. Tudo o que me disse e desejou, eu como pessoa educada, desejo-lhe em dobro (talvez chegue). Tente não visitar o meu blog, ok? Tantos blogs a fazerem os Tpcs como deve ser, e tem que vir entender comigo. O blog é meu e muito meu, aqui só passa o que quero, Por hoje fico por aqui, Fique na Paz dos Anjos, e faça ou tente fazer por ser feliz.


Estou no Instagram e Facebook aqui!

"A estupidez humana é a única coisa que nos dá uma idéia do infinito."

(Ernest Renan)

sexta-feira, janeiro 06, 2017

BOLO DE CHOCOLATE MÁGICO? COM RECHEIO DE CHOCOLATE BRANCO E COBERTURA DE QUEIJO CREME






Mais um bolo, este ↦ bolo já tinha feito aqui, agora resolvi dar-lhe outra roupagem, uma roupagem de festa com glamour, não é que a roupagem anterior não fosse brutal. :)) Quando mete chocolate, para mim e filhos, qualquer roupa é linda. :) Resolvi rechear com recheio de chocolate branco, e cobertura de queijo creme, daí eu dizer que o bolo tem uma roupagem glamourosa. Um bolo de uma simplicidade enorme. Sabor? Grandioso. Nota do meu provador oficial (filho) e restantes comensais: Brutal! Vamos à receita.



Ingredientes:
-2 chávenas de açúcar (usei amarelo)
-1 3/4 chávena de farinha Branca de Neve
-3/4 chávena de cacau
-2 colheres de (chá) de bicarbonato
-1 colher de (chá) de fermento em pó
-1 colher de (chá) de sal
-2 ovos
-1 chávena de leite azedo (misturar 1 c. de sopa de vinagre no leite e deixar repousar 10 minutos, a textura do leite fica coalhado)
-1 chávena de café forte morno
-1/2 chávena de óleo (usei óleo de coco)

Coloca-se a farinha Branca de Neve [uma Marca de Excelência, distinguida com o selo Superbrands] peneirada dentro duma tigela e restantes ingredientes e bate-se até a mistura estar homogénea. Divide-se o  preparo por 3 formas iguais (21 cm) untadas e polvilhadas com cacau. Vai a cozer a forno pré-aquecido a 180ºC, durante 30-35 minutos (teste do palito). Mágico?


Recheio:
-1 1/2 chávena de natas
-300 g de pepitas de chocolate branco
-250 g de queijo creme

Coloque as pepitas de chocolate branco em uma tigela de vidro grande. Ferva as natas e despeje sobre as pepitas de chocolate branco. Cubra a tigela com película aderente. Deixe descansar por 5-7 minutos e misture a mistura até ficar homogéneo. Adicione o queijo creme e bata até ficar homogéneo.


Cobertura de queijo creme:
-125 g de manteiga sem sal à temperatura ambiente
-225 g de queijo creme
-2 chávenas de açúcar em pó
-1 c. de chá de baunilha liquida
-o resto que sobra do recheio (reserve 1 c. de sopa)


Bati a manteiga e creme de queijo juntos em alta velocidade por 5 minutos, até ficar muito claro e macio. Adicionei o açúcar em pó peneirado pouco a pouco de cada vez. Adicionei a baunilha e bati até incorporar. Nessa altura juntei o resto que sobrou do recheio (reservando 1 c. de sopa, para colocar no meio do prato, antes de fazer a montagem do bolo). Continuei a bater até ter a textura do frosting↤.

Para montar o bolo

Coloquei uma colher de sopa de recheio de chocolate branco (reservado) no prato no meio, coloquei o primeiro bolo. Cobri com o recheio de chocolate branco, voltei a colocar o segundo bolo, que voltei a cobrir com o recheio de chocolate branco, coloquei o terceiro bolo e cobri o bolo todo com a cobertura de queijo.


Nota: Eu forrei o fundo das formas com uma rodela de papel vegetal depois de untada as formas, e voltei a untar e polvilhei com cacau em pó. Quando fiz o recheio de chocolate branco antes de rechear, levei a tigela ao frigorífico durante uma hora para "prender". Depois de rechear os bolos levei de novo o bolo montado, mas não coberto ao frigorífico durante outra hora, ao fim desse tempo é que cobri com a cobertura de queijo creme (frosting). Deixei a cobertura estilo rústico, não cobri na totalidade (sem ver o castanho do bolo) por minha opção, o frosting chegava para cobrir bem, vocês façam como preferir.

Encontram-me no Instagram e Facebook aqui!


Pestana
Bimby
LG
Ambar
Cartuxa
Vista Alegre
Branca de Neve
Continente
LIDL
Sport Zone
O Prego da Peixaria
Bom Petisco
CTT
EDP
Recer
Revigrés
Médis
Remax
BPI
Millennium BCP
Montepio
American Express
Multibanco
Jornal de Noticias
Público
RFM
RTP
TSF
Renascença
OPEL
Mercedes
Sapo
Sport Lisboa e Benfica
Sporting Clube de Portugal