sexta-feira, Abril 18, 2014

MAGNUM E OS 25 ANOS





  Recebi um convite para participar no concurso "Magnum Woman". Achei super interessante, pois não é daqueles que ganha quem tem mais links, e sim haverá um júri que avalia os textos. Não sou mulher de fugir a desafios, e quando mete Magnum e um vestido do Dino Alves, além da viagem a Cannes, claro, que não ia deixar de concorrer, apesar de não ter jeito para escritas mas alguma coisa vai sair. Ficar com a sensação do "se" é que não é para mim :).
Magnum...Uma sobremesa que é brutal, em qualquer altura do ano, situação ou evento. Com os seus sabores e texturas sempre a surpreender em cada pedaço. Por isso continua no mercado com o sucesso que lhe é característico. Relativamente às bodas de prata (Magnum 25º Anos), só mesmo para alguns, e como todos sabemos a qualidade é predominante do sucesso! Magnum já está gravado na minha essência de Woman, seja de chocolate negro, branco, com amêndoa, ou qualquer uma combinação de sabores nos quais delicadamente sempre acertam! Com os seus sabores sempre tão inovadores, é sempre aquela doce tentação que eu adoro perder-me em "pecado" deliciando-me...


terça-feira, Abril 15, 2014

PÁSCOA


                                          (Imagem retirada da net)

Desejo uma Santa Páscoa a todos (as) que passam por aqui. Disfrutem da Quadra como se não houvesse amanhã :) ah pois, a isso se chama viver, e não estar só a passear pela estrada da vida... Vou estar ausente uns dias, depois regresso.

"
Viver a Páscoa, é ir além dos ovos de chocolates. Chocolate é bom, mas Páscoa é muito melhor, é algo que deveríamos ter por exercício diário, tirando das nossas vidas tudo que não nos serviu, ou tudo que por atitudes nossas também acabam por não servir a ninguém. Páscoa é renascimento, ressurreição... Vamos adotar o melhor da páscoa e trazer para as nossas vidas, renascendo a cada dia, renascendo a cada desafio e a cada oportunidade que recebemos de fazer de nós, melhores seres humanos, e o melhor disso tudo, sendo bons para com o próximo e por consequência, melhor ainda para nós mesmos. Vamos nos libertar de tudo o que é velho e antigo e olhar pra frente com coragem, vamos nos libertar do mal que nos corrompe. Vamos reconhecer que precisamos das pessoas, e para a nossa própria sobrevivência. Nada, além de pessoas, nos mantém felizes. É bem verdade que a felicidade habita em nós e que somos os únicos responsáveis por fazê-la brotar em nossas vidas, assim como somente pessoas podem mantê-la. Amar o próximo, é amar a si mesmo.

Quanto ao ovo de chocolate, nos lembra que ser doce, nos torna desejados."
 
(Felipe Caxeiro)

sexta-feira, Abril 11, 2014

BOLACHAS DE MANTEIGA CARIMBADAS COM O CARIMBO SILIKOMART



Já sei, já sei o que estão a pensar... Agora a Isabel só sabe fazer bolachas. Verdade, mas quem me segue sabe que não é só agora que faço as ditas. Carimbadas sim, começou a saga com este carimbo, depois fui continuando a adquirir mais e semanalmente tenho que fazer duas fornadas/receitas de bolachas para levar ao filho, gosto que os frascos dele estejam sempre recheados :). Esta receita já é repetida no blog, mas coloco só para passar a informação, que gostei e muito destes carimbos. Não pintei as bolachas com os corantes, acho mais apropriado para festas de crianças, quando posso evitar os corantes apesar de serem naturais (se é que há algo natural hoje em dia) evito, o caso.

Ingredientes:

-270 g de manteiga sem sal
-170 g de açúcar branco
-2 gemas de ovo batidas
-380 g de farnha (usei Branca de Neve)
-1 pitada de sal
-1 c. de café de baunilha liquida

Bati a manteiga e o açúcar numa tigela até ficar fofo; juntei as gemas e baunilha e continuei a bater, depois peneirei a farinha e o sal e envolvi muito bem. Depois entrou as mãos e amassei a massa, quando bem envolvida, estiquei a massa na banca da cozinha polvilhada de farinha, cortei rodelas que carimbei com os novos ditos. Levei ao forno pré-aquecido a 180ºC, em tabuleiros forrados com papel vegetal só o tempo de dar uma cor, nada de "escaldões" :). No meu forno levou 10 minutos.

"...Se a história não me agrada, preciso aprender a reescrevê-la até que se torne parecida com a ideia que passa pelo meu coração. O roteiro só muda quando eu assumo a minha responsabilidade por ele e me trabalho para ser capaz de modificá-lo."

(Ana Jácomo)

quinta-feira, Abril 10, 2014

BOOK.IT



Presentes originais, grandes descontos e divertidos workshops

A FESTA DA PÁSCOA É NA BOOK.IT

Até dia 20 de abril, a book.it celebra a Páscoa com as melhores novidades para todas as
idades, gostos e estilos, aos melhores preços.

A book.it apresenta a nova coleção da note.it, com artigos muito divertidos e coloridos, uma
variedade de livros infantis, juvenis e de culinária com descontos até 40%, conjuntos
didáticos com 25% de desconto em cartão Continente e desconto de 2€ em livros da Editora Leya.

Da gama de livros infantis, destacam-se os livros da Princesa Poppy, do Gomby, da Disney, do
Ruca, entre outros. O público juvenil pode encontrar as coleções bem conhecidas como O Diário
de um Banana e Jerónimo Stilton. Dos livros de culinária de chefes top sellers podem ser
encontradas as obras de Mafalda Leite, Mafalda Pinto, José Avillez, Nigella Lawson e Jamie
Oliver.

Para festejar a Páscoa, a book.it disponibiliza ainda dois workshops* gratuitos, para toda a
família, entre as 15h00 e as 18h00. O workshop da Lego incentiva à imaginação para construções
muito divertidas e o workshop de “Ever After High” vai surpreender as fãs com a leitura de um
excerto do livro “Ever After High”, uma ativação para desvendar o tipo de personalidade e a
oferta de um saco das suas ídolos.

Na compra de um livro “Ever After High”, durante os dias dos workshops, a book.it oferece um
desconto em cartão continente de 50% numa boneca “Ever After High”.

Com a book.it a Páscoa vai ser uma animação!

*Programa dos Workshops

Workshop de Lego:
- book.it Restauradores -12 Abril
- book.it Valongo - 13 Abril
- book.it Fórum Sintra - 13 Abril
- book.it Ferreira Borges (Campo de Ourique) - 18 Abril
- book.it Paços Ferreira - 19 Abril

Workshop “Ever After High”:

- book.it Restauradores: 19 Abril
- book.it Fórum Sintra: 18 Abril
- book.it Ferreira Borges (Campo de Ourique): 19 Abril
- book.it Maia: 19 Abril

AS MINHA EXIGENCIAS [MENSAGEM SÓ PARA OS MEUS FILHOS]



(Imagem retirada da net)

Resolvi deixar por escrito as minhas "exigências". Este fim-de-semana e início de semana foi assim para o esquisito, cada vez que ouvia as notícias era só a somar as pessoas conhecidas que morreram. Eu sei, que as desconhecidas foram muitas mais, mas essas infelizmente não têm direito a serem notícia. Mas sobre o Manuel Forjaz, não vou escrever a minha opinião sobre o mesmo. Tenho a minha, é verdade, mas só mesmo a mim me diz respeito. Há muitos anos que digo aos meus filhos:-A mãe quer ser cremada e as cinzas deitadas ao mar. Quero a música She no meu funeral e mais não dizia. Ao pesquisar sobre o Manuel Forjaz fui dar ao seu FB seguidores, onde leio as suas exigências sobre o seu funeral. Pensei logo, se o meu Blog, é um caderno virtual para os meus filhos, é uma boa ideia eu deixar por escrito as minhas exigências (vontades), assim tenho a certeza que eles não esquecem. Como escrevi mais atrás, desejo a cremação e as cinzas deitadas ao meu adorado mar. Sobre vestir preto, aí deixo ao gosto e critério de cada, quem me conhece sabe que adoro o preto, mas por obrigação, não! Não vesti preto na partida dos meus pais, (no funeral da minha mãe, sim, mas foi mesmo só nesse dia, mas foi preto e branco, e era uma roupa minha usual, talvez naquele dia a minha alma estava tão triste, que foi o que saquei do roupeiro), pois os sentimentos nunca podem estar na cor da roupa (cor, preto?) Se puder passar pela igreja, mas sem Padres adorava (eu sei que aqui, já não adoro nada, mas gostava que respeitassem). Sou uma mulher católica, adoro Igrejas, Capelas e afins...Mas Padres não é dos meus dreams, eu sei que há o bom e mau como em tudo na vida, mas para mim, (ELE) é um todo, e é com (ELE) que estou todos os dias na minha vida, é com (ELE) que eu converso, como se fosse/é um amigo (amiguinho) e é com (ELE) que espero estar nesse momento. Sei que sou uma eterna chatinha, mas filhos da minha vida, tentem respeitar a vontade da mãe, ok? Com 55 anos, digo com toda a força da minha alma, a Grande Paixão da minha vida, foram, é e serão os meus filhos, de quem tenho um enorme orgulho dos seres que são.

quarta-feira, Abril 09, 2014

BISCOITOS DE CLARAS





Agora devem pensar a Isabel "surtou", só faz bolachas/biscoitos/cookies, surtada? Sempre fui não se preocupem :). O filho não estando em casa a mãe não quer que falte biscoitos nos frascos dele, então todas as semanas faço duas fornadas, claro, que não são só para ele, mas também para os amigos/as. Como continuo com claras congeladas que sobraram do Natal, resolvi descongelar 6 e improvisar uns biscoitinhos. Vamos ver como fiz!



Ingredientes:
-6 claras
-raspa de um bom limão
-150 g de açúcar
-150 g de manteiga sem sal
-150 g de farinha

Bati a manteiga com o açúcar e raspa do limão até ficar uma mistura cremosa. Fui juntando a farinha pouco a pouco, batendo sempre. Envolvi as claras batidas em castelo. Deitei colheradas de sobremesa em tabuleiros forrados com papel vegetal, espaçados. Levei ao forno pré-aquecido a 200ºC.

"Entre o nascer e o pôr-do-sol existe um novelo de felicidade pra ser desenrolado, um fio de alegria escondido nos detalhes que cada dia te reserva."

(Edna Frigato)

terça-feira, Abril 08, 2014

QUEQUES DE LIMÃO COM SEMENTES DE PAPOILA



Uns queques deste livro fantásticos...



Ingredientes:
-350 g de farinha de trigo
-1 c. de sopa de fermento em pó
-115 g de açúcar branco
-2 c. de sopa de sementes de papoila
-55 g de manteiga
-1 ovo grande batido
-225 ml de leite
-raspa e sumo de um limão

Liguei o forno a 190ºC, e forrei um tabuleiro de 12 queques com formas de papel. Peneirei a farinha e o fermento para uma tigela grande e adicionei o açúcar.
Aqueci uma frigideira de fundo espesso em lume médio-alto e torrei as sementes de papoila durante uns 30 segundos, abanando a frigideira evitando que se queimem. Retirei do lume e juntei à mistura da farinha.
Derreti a manteiga em banho-maria. Coloquei a manteiga numa tigela grande e bati a manteiga arrefecida com o ovo, leite, a raspa e sumo de limão. Deitei a mistura na tigela dos secos e misturei bem até formar uma massa macia e pegajosa. Deitei a mistura com a ajuda de uma colher de sopa nas formas de papel. Levei ao forno já pré-aquecida durante 25 a 30 minutos, ou até crescerem, dourarem e ficar firmes ao toque. Transferi os queques para uma rede metálica para arrefecerem completamente.

"Quando eu deixei de olhar tão ansiosamente para o que me faltava e passei a olhar com gentileza para o que eu tinha, descobri que, de verdade, há muito mais a agradecer do que a pedir. Tanto, que às vezes, quando lembro, eu me comovo. Pelo que há, mas também por conseguir ver."

(Ana Jácomo)

segunda-feira, Abril 07, 2014

PERNA DE PORCO COM MANJERICÃO




Comprei uma fatia de porco da parte da perna, que como sabem aquela gordura grossa que envolve a mesma, para mim é uma bênção. Resolvi fazer no forno a baixa temperatura com manjericão. Num tabuleiro de barro untei com azeite (pincelei), alho moído na altura, e folhas de manjericão rasgadas grosseiramente. Coloquei a peça da carne e voltei a colocar dentes de alho moídos na altura, sal marinho (pouco) pimenta-preta moída na altura, folhas de manjericão rasgadas, polvilhei com um pouco de colorau. Reguei com um pouco de vinho branco. Levei ao forno a 130ºC, durante 2 horas, ao fim desse tempo reguei a carne com o molho que se foi formando, e aumentei o calor do fogão para 200ºC, assim a carne acabou de assar e ficou fantástica ou brutalíssima como o meu provador oficial (filho) disse (receita em rascunho há mais de 1 ano). Servi com umas batatas salteadas e uma salada verde.

P.S. A gordura que untei o tabuleiro, foi a única que usei. Pois a tal «gordura» que envolve a carne para mim é mais que suficiente, além que a própria desapareceu por magia, ficou só o crocante do courato, que como disse anteriormente, para mim é uma bênção.

"Mãe é o tudo que precisamos em todos os momentos e fases da vida, é a mão estendida, o consolo por sabermos estar perto, mesmo quando não está."

(Edna Frigato)


Não podia estar mais em acordo...:(

domingo, Abril 06, 2014

BOLACHAS DE MANTEIGA COM SABOR A AMÊNDOA



Estas bolachas fiz só para experimentar a minha nova aquisição (carimbos). Sim, eu sou pior que as crianças, quando têm um brinquedo novo :). A receita já se encontra no blog, esta só alterei o sabor com umas gotas (10) de aroma de amêndoa, o que ficou bem agradável.

Ingredientes:

-270 g de manteiga sem sal
-170 g de açúcar branco
-2 gemas de ovo batidas
-380 g de farinha (usei Branca de Neve)
-1 pitada de sal
-10 gotas de aroma de amêndoa
-1 c. de café de baunilha liquida

Bati a manteiga e o açúcar numa tigela até ficar fofo; juntei as gemas e baunilha, aroma de amêndoa e continuei a bater, depois peneirei a farinha e o sal e envolvi muito bem. Depois entrou as mãos e amassei a massa, quando bem envolvida, estiquei a massa na banca da cozinha polvilhada de farinha, cortei rodelas que carimbei com os novos ditos. Levei ao forno pré-aquecido a 180ºC, em tabuleiros forrados com papel vegetal só o tempo de dar uma cor, nada de "escaldões" :). No meu forno levou 10 minutos.

P.S. Estes carimbos são bem mais baratos que este ou este, a qualidade da madeira é muito inferior, mas também não dá para se esperar mais pelo preço, e sendo Made in China :) dá perfeitamente para desenrascar :)

" O sorriso é o arco-íris dos olhos, depois que a tempestade passa."

(Edna Frigato)

sexta-feira, Abril 04, 2014

BOLO DE COCO E GILA, COBERTO COM UM "ESTILO" MOUSSE



Precisava de fazer um bolo. Resolvi a questão com esta delícia! Vamos ver como fiz.

Numa tigela coloquei 7 ovos inteiros com 280 g de açúcar branco. Bati com a batedeira até ficar uma mistura fofa, nessa altura juntei 300 g de coco ralado, com a colher de pau, fui envolvendo delicadamente, quando bem envolvido juntei 300 g do meu doce de gila que como sabem mora sempre cá em casa. Envolvi o mesmo com um garfo de madeira ao envolver o doce de gila na massa fui separando os fios da gila, para a mistura ficar uniforme. Deitei esta mistura numa forma redonda sem buraco untada e com o fundo forrada com papel vegetal e polvilhada com pão ralado. Levei ao forno pré-aquecido a 180 ºC, a meio da cozedura tapei o bolo com uma folha de papel de alumínio. No meu forno levou 40 minutos. Quando desenformado e frio deitei por cima um "estilo" de mousse, que fiz assim: bati 300 ml de natas com 2 colheres de sopa de açúcar em pó até ficar em chantilly. Nessa altura juntei 2 colheres de sopa de cacau (usei Cacao Sampaka) e 2 colheres de sopa de licor de amêndoa, continuei a bater com a batedeira para envolver bem a mistura. Deitei por cima do bolo sem o cobrir todo. Façam ao vosso gosto, se quiserem cobrir com doce de ovos estão à vontade :) a filha escolheu esta cobertura.

"Ser chique é colocar doçura no olhar,
e com a delicadeza dos anjos distribuir
sorrisos por onde passa."

(Edna Frigato)

quinta-feira, Abril 03, 2014

RAY BAN CLUBMASTER [ÓPTICA DA VILLA-CARCAVELOS]



A idade como eu sempre disse: Não tráz só cabelos brancos e rugas... Tráz a sabedoria (experiência) e foi por essa que eu me apaixonei. Ok, mas também tráz as mazelas :) neste meu caso o de precisar de óculos para ver ao perto desde os meus 46/47, já não tenho a precissão do tempo, além que é sempre a somar a graduação como a própria idade :). Hoje, lá fui eu até à Optica da Villa-Carcavelos, uma óptica com um atendimento excelente com o seu pessoal personalizado que dói como eu costumo dizer. Sempre actual com as últimas tendências. Mais uma vez, para fazer o exame de Optometria, depois escolher a armação (escolhi umas Tom Ford), mas quando entrei no espaço estes óculos da Ray Ban riram-se logo para mim. Assunto da armação e lentes tratado, pedi para experimentar este modelo Ray ban RB 3507 138/M8 Tam. 51 em aluminio escovado cinza com lentes polarizadas. Gostei logo. Experimentei outros do mesmo modelo, em outras cores e materiais (sem ser em aluminio)e sem lentes polarizadas, mas eu sou uma eterna chatinha, quando gosto, gosto mesmo. Acompanharam-me :) e que leves que são...

MISSÃO SORRISO



Nos dias 05 e 06 de abril

MISSÃO SORRISO, EM PARCERIA COM A CRUZ VERMELHA PORTUGUESA, PROMOVE

CAMPANHA DE RECOLHA DE ALIMENTOS NA LUTA CONTRA A FOME

Nos próximos dias 05 e 06 de abril, sábado e domingo, a Missão Sorriso, programa de responsabilidade social do Continente, vai realizar a primeira campanha de Recolha de Alimentos de 2014, em todas as lojas Continente e Meu Super do país, em parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa.

Durante os dois dias, voluntários da Cruz Vermelha Portuguesa, do Continente, Meu Super e de parceiros vão estar em 285 lojas de todo o país e ilhas, a apoiar na recolha dos alimentos. Todos os portugueses podem aderir a esta causa e contribuir com produtos como arroz, massa, enlatados diversos, leite, açúcar, papas lácteas para bebé, cereais, entre outros bens essenciais.

Os bens doados serão posteriormente distribuídos por famílias carenciadas, identificadas pelas cerca de 100 Delegações da Cruz Vermelha Portuguesa, de acordo com as necessidades mais urgentes de cada região, a nível nacional. Esta é mais uma iniciativa da Missão Sorriso, que irá ajudar a suprimir as necessidades básicas de muitas famílias portuguesas que procuram apoio junto da Cruz Vermelha Portuguesa.

Recorde-se que até ao momento, já foram realizadas três ações de Recolhas de Alimentos Missão Sorriso, que permitiram alimentar mais de 35.000 famílias com carência alimentar.

A Missão Sorriso agradece a todos os portugueses que têm contribuído na luta contra a fome, e convida a participarem nesta iniciativa para levar uma mão cheia de sorrisos a quem mais precisa.

segunda-feira, Março 31, 2014

MERCADO DE CAMPO DE OURIQUE [PARCERIAS DE CONSERVAS]



O Mercado de Campo de Ourique. Um bairro muito tradicional, um dos bairros com mais essência, recebi um convite do senhor Renato Neves, para ir conhecer a sua banca "Parcerias das Conservas" e os seus produtos. Na nossa troca de mails ficou marcado para Sábado dia 29, era um dia que tinha assuntos a tratar e os filhos até estariam comigo. Passei por Algés para apanhar o filho e seguimos. Assuntos tratados (alguns, outros seriam tratados mais tarde), eram 12 horas seguimos para Campo de Ourique, quando chegamos, fui explicando aos filhos um pouco da minha estória naquela zona, quem me conhece, sabe que o meu saudoso pai abriu-me uma loja (sapataria HELLA) na Rua Almeida e Sousa, quando eu tinha 14 anos a altura que quiz deixar de estudar, e queria trabalhar. Fomos passando pelas ruas e eu a relembrar momentos, entretanto deixamos o carro no parque de estacionamento perto do Mercado e Igreja do Santo Condestável, a Igreja onde se realizou o casamento do meu irmão. Claro que os meus filhos gostam de saber desta minha estória se não gostam imitam muito bem :) onde eu disse ao meu filho, no casamento do teu tio tu apesar de não estares visível já existias, pois a mãe estava grávida, ainda sem a certeza (a minha sim) mas faltavam uns dias para a confirmação de mais um sonho, o de ser mãe pela segunda vez. A filha nessa altura tinha 4 anos. Depois entramos no Mercado muito mudado, mas com uma excelência inigualável, tinha já ouvido muito falar sobre as modificações mas ainda não tinha ido. Amei, mas ameeeei mesmo. Os filhos igualmente, mas então o filho, adorou. Onde comentamos, copiaram dos Espanhois, mas pelo menos copiaram o bom. Pois tanto eu como os meus filhos há uns anitos já tinha-mos visto o conceito deste espaço em Espanha. Demos uma volta rápida, pois eu queria ir mostrar os meus lugares de jovem e contar mais um pouco da minha estória. Ao fim de certo tempo voltamos ao Mercado para almoçar, o conceito do espaço está simplesmente brutal, almoçamos e degustamos :).



Depois de termos almoçado estava na hora combinada para seguir para a banca "Parceria das conservas". Estava presente a Dora Bernardo, apresentei-me e começamos ali uma conversa deliciosa, uma senhora de uma simpatia e delicadesa, ui... trocamos vivencias, e falamos de sabores, falamos de saudades desses mesmos sabores, falamos e falamos, entretanto chegou o senhor Renato Neves e Rosa Bernardo. Foi-me apresentado e explicado vários produtos que estão à venda na banca achei super interessante e curiosa de saber mais e experimentar alguns, só que o meu tempo de (Campo de Ourique) tinha-se esgotado, vou voltar com mais tempo. Um muito obrigada!

A Parceria das Conservas está instalada numa banca do mercado de Campo de Ourique como espaço de venda de conservas e produtos similares. O nosso conceito para o estabelecimento desta banca alicerçou-se em dois pilares sólidos, a autenticidade e a tipicidade dos produtos que nos propomos comercializar, provenientes fundamentalmente da indústria e dos saberes portugueses.

Além das conservas de algumas das melhores marcas nacionais, na Parceria irá encontrar “raridades” da melhor tradição portuguesa: muxama de atum, ovas de polvo e atum secas, queijo transmontano em azeite, cardos e espargos do Alentejo em conserva; acreditamos também na inovação e no trabalho dos novos produtores e, nessa linha, temos farinha de cogumelos e farinha de castanhas (ideais para sopas e engrossamento de molhos ou bases), cogumelos confitados, tomate seco em azeite, salicornia (espargos do mar) e um conjunto de chutneys e picles com uma gama de sabores invulgares e requintados.

Queremos que a Parceria seja mais do que um ponto de venda, gostaríamos que fosse também um espaço de encontro e troca de ideias e experiências na área da gastronomia e do património dos sabores da tradição portuguesa. Nesse sentido iremos promover degustações regulares para apresentação de novos produtos.

Deixamos aqui o convite para uma visita ao mercado para que conheçam o nosso espaço e oferta, pois a vossa opinião enquanto conhecedores é importante para nós.



Na nossa visita por Campo de Ourique, claro que tinha que passar pela Rua: Almeida e Sousa, onde tive a minha loja e onde eu me deliciava com os pastéis de nata da Aloma. Entrei, continua igual a si própria, só as mesas e cadeiras (infelizmente) não são as mesmas. Mandei embrulhar pasteis de nata para o filho levar para casa dele, e mandei enbrulhar só 4 para trazer para minha casa, para mim e filha chega e sobra :).



Tive direito a tudo, até a ver pessoalmente a Taça da UEFA Champions League no Mercado de Campo de Ourique, andou a passear por lá sempre acompanhada de dois cabides (daqueles senhores que parecem insuflados) :)vestidos de preto. A única equipa em portugal que a ganhou foi o Porto em 2004. A final este ano vai ser em Portugal, no estádio da luz(não sei ao certo quais as equipas pois penso ainda não estar decidido). E eu que nada entendo de futebol é a única coisa que sei :).

domingo, Março 30, 2014

CARIMBOS DE BOLACHAS 4 SILIKOMART



Como a minha filha diz e muito bem! Ó mãe, primeiro é a moda dos cupcakes e cake pops, agora aparece a moda das bolachas carimbadas, pois onde vais, lá desencantas outro carimbo :). Verdade, agora onde vá é ver carimbos de bolachas, fui a esta loja onde já vos falei há um tempinho, e nas minhas pesquisas, voilá mais uma caixinha que me despertou atenção. Carimbos de bolachas, achei uma ternura, claro que me acompanhou, daí o comentário da filha. Ela sabe que não sou mulher de modas, sempre fiz bolachas desde que tenho filhos, e já lá vai mais de 3 décadas, cortava as ditas com os corta bolachas, agora desde que o filho trouxe este mimo, não quero eu outra coisa. Depois fiz com estes carimbos que são uma boa treta, pelo menos para mim. Depois ainda descobri este que é igual ao que o filho me presenteou, são ambos da marca SUCK.UK., não satisfeita ainda comprei estes que sendo uma marca Belga, são feitos Made in China :(, ok, tudo bem! (Que remédio), mas seguindo para bingo, ainda fui descobrir estes, agora são Made in Italy, e eu com pena que estando em Portugal, sendo Portuguesa, não tenho carimbos Made in Portugal. Agora com a quantidade de carimbos (já tenho para os netos), só comprarei mais se vir algum feito no meu País. Ah, este custou 10,10 €.

terça-feira, Março 25, 2014

BOLACHAS/BISCOITOS COM PEPITAS



Continua as bolachas/biscoitos/cookies no Cozinhar com os Anjos :). Ah, e continuará...



Ingredientes:

-115 g de manteiga sem sal amolecida
-115 g de açúcar amarelo
-1 ovo batido
-250 g de farinha
-1 colher de chá de fermento em pó
-1 pitada de sal
-1 mão-cheia de pepitas de chocolate minis

Liguei o forno a 200ºC. Forrei os tabuleiros com papel vegetal e reservei. Bati a manteiga e o açúcar numa tigela grande até ficar leve e fofo. Acrescentei o ovo batido, batendo bem. Peneirei a farinha, sal e fermento e misturei bem. Juntei as pepitas envolvi. Deitei montinhos de massa nos tabuleiros espaçados entre si. No meu forno levou 10 minutos. Depois coloquei os biscoitos nas redes metálicas para arrefecerem completamente.

"Violência gera violência, os fracos julgam e condenam, porém os fortes perdoam e compreendem."

(Augusto Cury)

segunda-feira, Março 24, 2014

CHIC GLÓRIA KALIL



(Imagem retirada da net)

Simplesmente adoro, como a Glória Kalil define o termo "chique" :). Sempre achei e senti que o menos é sempre o mais de tudo...

Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas como nos
dias de hoje.

A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da vida, infelizmente, não
estão à venda. Elegância é uma delas.
Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou closet recheado de grifes
famosas e importadas. Muito mais que um belo carro italiano.

O que faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma como ela se comporta
perante a vida.

Chique mesmo é ser discreto.
Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem por seus imensos decotes e
nem precisa contar vantagens, mesmo quando estas são verdadeiras.

Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio.

Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuações inoportunas, nem procurar saber
o que não é da sua conta.

É evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua.

Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador.
É lembrar-se do aniversário dos amigos.

Chique mesmo é não se exceder jamais!
Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir.

Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor.

É "desligar o radar", "o telefone", quando estiver sentado à mesa do restaurante, prestar
verdadeira atenção a sua companhia.

Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda, correto com quem você se
relaciona e honesto nos seus negócios.

Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você seja o homenageado da
noite!

Chique do chique é não se iludir com "trocentas" plásticas do físico, quando se pretende
corrigir o caráter. Não há plástica que salve grosseria, incompetência, mentira, fraude,
agressão, intolerância, ateísmo, falsidade.

Não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com
quem se encontrar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não lhe faça bem,
que não seja correta.

Lembre-se: o diabo parece chique, mas o inferno não tem qualquer glamour!

Porque, no final das contas, chique mesmo é crer em Deus!

Investir em conhecimento pode nos tornar sábios... mas, amor e fé nos tornam humanos!

(Glória Kalil)

SOPA DE FEIJÃO MANTEIGA COM COUVE PORTUGUESA



Pois, sopa não falta nunca cá em casa. Numa pressa uma (sopa) com mais qualquer coisa faz-se uma refeição. Vamos à receita.

Ingredientes:

-1/5 kg de feijão manteiga demolhado e cozido
-abóbora
-cenouras
-1 cebola
-1 couve portuguesa
-1 chouriço de carne (bom)
-1 morcela (boa)
-sal marinho
-azeite

Numa panela coloquei o feijão (reservando um pouco para juntar no fim inteiro), a abóbora, cebola descascada e cortada em quartos, o chouriço e a morcela. Levei a cozer. Quando os enchidos estavam cozidos retirei os mesmos, e com a varinha passei a sopa. Temperei com sal e levei de novo a panela ao lume até começar a ferver, nessa altura juntei as cenouras cortadas aos quadradinhos a couve esfarripada e os enchidos cortados às rodelas. Quando a couve estava cozida, temperei com um fio de azeite, deixei só levantar fervura e apaguei o lume.

Notas: ter em atenção no sal, pois temos que ter em conta o sal dos enchidos ok?


"A felicidade é um estado de espírito.
Se a sua mente ainda estiver num estado
de confusão e agitação, os bens materiais
não vão lhe proporcionar felicidade.
Felicidade significa paz de espírito

(Dalai Lama)

sexta-feira, Março 21, 2014

BOLACHAS DE MANTEIGA

Bolachas, agora é ver receitas de todas as qualidades. Todas as semanas faço fornadas, para que nunca falte as ditas nos frascos do filho. Receita de bolachas de manteiga, já tenho várias no blog, aliás também tenho esta, mas resolvi postar, pois estas carimbei com o carimbo que falei aqui, e também carimbei com este :).



Ingredientes:

-270 g de manteiga sem sal
-170 g de açúcar branco
-2 gemas de ovo batidas
-380 g de farinha (usei Branca de Neve)
-1 pitada de sal
-1 c. de café de baunilha liquida

Bati a manteiga e o açúcar numa tigela até ficar fofo; juntei as gemas e baunilha e continuei a bater, depois peneirei a farinha e o sal e envolvi muito bem. Depois entrou as mãos e amassei a massa, quando bem envolvida, estiquei a massa na banca da cozinha polvilhada de farinha, cortei corações com o corta bolachas, e rodelas, outras carimbei com o carimbo EAT ME e I LOVE YOU. Levei ao forno pré-aquecido a 180ºC, em tabuleiros forrados com papel vegetal só o tempo de dar uma cor, nada de "escaldões" :). No meu forno levou 10 minutos.

" Há pensamentos que são orações. Há momentos nos quais, seja qual for a posição do corpo, a alma está de joelhos."

(Victor Hugo)

quinta-feira, Março 20, 2014

CARIMBO DE BOLACHAS 3, HOME MADE, EAT ME E BAKED WITH LOVE



Quando o filho trouxe este carimbo da Suíça, comecei logo em pesquisas. Soube na altura, que a CASA também tinha, mas perto da minha casa (Fórum Almada) não havia, informaram-me na altura a CASA que tinha os ditos (ok, a perto de 100 km (ida e volta) de minha casa) disse logo: esqueçam, "não é sangria desatada", não morro se não tiver já os ditos. Quando tiverem que vir parar às minhas mãos virão. Entretanto comprei este igual ao que o filho tinha-me oferecido. Entretanto numa das minha visitas ao Fórum Almada fui à CASA, e voilá, já tinham os carimbos a um preço muito mais apetecível 5,99 €, como sabem, a CASA é uma marca Belga, mas os carimbos são (Made in China) :) são mais pequenos, que os que já tenho, mas a caixa traz 3 mensagens que se pode trocar ao gosto de cada situação ou momento, e eles são: Home made, eat me e baked with love, já tinha a eat me, mas não há problema :). Mais uma vez comprovei, o que é meu, à minha mão vem parar, não preciso andar a visitar todas as capelinhas, não tenho paciência para tal, nem tempo, pois esse mesmo tempo é demais precioso para mim.

quarta-feira, Março 19, 2014

FEIJOADA COM PERNIL DEFUMADO E GRELOS DE NABO


Comprei um pernil defumado que resolvi fazer numa feijoada :). Então, vamos ver como fiz!


Deixei de molho o pernil, de um dia para o outro. Desossei e cortei em cubos. Num tacho coloquei uma cebola picada, um chouriço de carne (bom) às rodelas e reguei com azeite. Levei o tacho ao lume sempre em lume brando até a cebola murchar. Juntei 2 c. de sopa de massa de pimentão, envolvi muito bem e juntei o pernil cortado. Fui regando com golinhos de água, até cozinhar o pernil. Entretanto tirei a pele a uma farinheira e desfiz a mesma numa tigela com um pouco do caldo e reservei. Quando cozinhado o pernil juntei grelos de nabo previamente lavados e o feijão já cozido, o que neste caso usei de lata e juntei o polme da farinheira reservada. Temperei com pimenta-preta e retifiquei o sal (em causa o sal da massa de pimentão e da farinheira) daí só no final retificar o sal.

"Tenha coragem para as grandes adversidades da vida e paciência para as pequenas, e quando tiver cumprido laboriosamente sua tarefa diária vá dormir em paz. Deus está acordado."

(Victor Hugo)

segunda-feira, Março 17, 2014

CUPCAKES DE BANANA COM FROSTING DE CHOCOLATE MILKA & DAIM



Resolvi fazer uns Capcakes com o frosting de chocolate Milka Daim, e em muito boa hora o fiz, pois foi sucesso...
CupCakes de banana 12 unidades



Ingredientes:

-225 g de farinha
-150 g de açúcar
-150 g de manteiga à temperatura ambiente
-55 ml de leite gordo
-2 ovos à temperatura ambiente
-1/2 colher de café de fermento
-1 colher de café de extrato de baunilha
-2 1/2 bananas esmagadas
-1 pitada de sal

Pré-aqueça o forno a 180º C, e coloque as bases de papel dentro das formas de alumínio. . Numa taça bata a manteiga e a baunilha até obter uma consistência macia. Gradualmente vá adicionando o açúcar. . Junte um ovo de cada vez e continue a bater. . Depois acrescente o leite, a farinha, o fermento, o sal e uma banana alternadamente, batendo sempre muito bem até tudo estar homogeneizado. . Adicione a segunda banana e misture com uma colher de pau para envolver. . Deite a massa nas formas, mas encha apenas até 1/2 das bases de CupCakes. . Leve ao forno pré-aquecido até estar cozido aproximadamente 20 minutos (o teste do palito é infalível) . Deixe arrefecer alguns minutos e retire das formas. Adicione o frosting apenas quando os ditos estiverem frios.

Frosting de creme de queijo:

-300 g de açúcar em pó
-50 g da manteiga sem sal à temperatura ambiente
-125 ml de creme de queijo (frio)
-2 tabletes Milka Daim

Com a ajuda da batedeira elétrica, a uma velocidade média, bati o açúcar em pó juntamente com a manteiga até estar tudo incorporado. .Juntei o creme de queijo numa só vez e bati a uma velocidade média durante 4 minutos até ficar bem fofo. Não deixei bater de mais para o creme não perder a consistência. Depois juntei meia tablete moída (1,2,3) e envolvi com a colher de pau no creme. Foi colocar no saco pasteleiro e ups enfeitei 6 Cupcakes, onde depois finalizei o enfeite com um quadrado do mesmo chocolate. Nos outros 6 Cupcakes enfeitei com o chocolate Milka Daim que derreti em banho-maria e deitei por cima.

"Não tente adivinhar o que as pessoas pensam a seu respeito... Faça a sua parte, se doe sem medo. O que importa mesmo é o que você é."

(Mahatma Gandhi)